RSS

Arquivo da categoria: queer is cool

20 coisas que vocês precisam saber sobre os gays.

  1. não são cidadãos de segunda classe
  2. pagam tantos impostos quanto os heterossexuais e têm menos direitos
  3. existem gays legais, mas existem gays escrotos
  4. algo ser gay não é necessariamente ridículo ou frágil
  5. nem todo gay é inteligente
  6. nem todo gay é rico
  7. nem todo gay é bonito
  8. nem todo gay sabe de todas as tendências da moda e compra vogue
  9. há gays que jogam call of duty, dark souls ou até mesmo borderlands
  10. tem gays que não suportam em ser acessórios das mulheres
  11. há gays que preferem uma cerveja a um cosmopolitan
  12. há gays que fazem artes marciais e podem partir a sua cara se ficar de brincadeirinha
  13. gays desejam casar. Mas desejam também ter o amor livre, sem se prender a ngm e muito menos dar satisfação
  14. há gays carolas
  15. um parente seu pode ser gay
  16. falei que gay não morde e você não vira homossexual se mordido de raiva pq você trata como se fosse animal peçonhento e ele reagiu?
  17. homossexualidade não é doença. E muito menos estilo de vida
  18. qualquer bobagem negativa dita na sua igreja sobre os homossexuais é mentira
  19. HOMOSSEXUALIDADE NÃO É QUE ESCOLHER POKÉMON INICIAL, GENTE. Nasce gostando do mesmo sexo ou não
  20. e o mais importante: O MUNDO NÃO VIROU GAY. Pq tá fácil pra ninguém. Portanto, mulheres, deixem de noia


E o mais importante: gay é um indivíduo masculino que gosta de homens. Lésbica, indivíduo feminino que gosta de mulheres. O fato de ser gay ou lésbica não faz ser inferior ao homem ou mulher heterossexual.

Obrigado. Boa noite.

Anúncios
 

União Gay e Fins de relacionamento.

Alô fãs da biscatage e bayonettage, e alguns fãs de blogs como o #tefodemuleque ou a #sortedehoje: TÔ NO WORDPRESS AGORA. EEEEEEEEEEEH

O motivo se deve porque eu simplesmente enjoei do Blogspot e meus oito blogs hospedados (o #wowitt, que fala da minha luta pela perda de peso, ainda continua a todo vapor), e também pq eu tava cogitando em criar um espaço para expressar as minhas ideias. Pq Twitter é bom, dinâmico, mas para textos densos, não é lá MUITO LEGAL. Daí vou ver se escrevo algumas coisas legais, e o melhor: vou ver se importo os melhores posts dos meus 92384784575845 blogs.

Pronto. Eu prefiro que me apresente no final do post. Queria jogar umas ideias a vocês hoje. Topam? (se não, por favor, fechem o navegador e voltem outro dia. não tô aqui pra fazer média.)

1) União Estável Gay. E daì que hoje começou o momento histórico da História Judiciária Brasileira, com o julgamento, pelo STF, das ADPF nº 132 e da #ADI nº 4277, que podem homologar a união civil no Brasil. É um avanço, que os radicais e religiosos (não são a mesma coisa, flw) querem fazer de tudo pra barrar. A fins de comparação, um casal de homossexuais, em uma união estável, têm 112 direitos negados, em relação a uma união estável de heterossexuais. O Ayres Britto, um dos ministros do STF e é da minha terrinha (Aracaju), fez uma tese muito foda, e queria que vcs lessem neste singelo link.

O que as pessoas não entendem é que união civil, casamento… Poxa, as pessoas têm o direito de constituir família. O próprio Ayres disse que família não é aquela que é formada por pai e mãe. é aquela que tem irmãos, primos, casais gays… Quando há afeto num núcleo, então pode haver família. E o reconhecimento da união estável de homossexuais pelo STF é um importante passo pra abranger esse conceito.

Agora, não me irrita nem isso. É o mundo gay que tenho visto e que tem causado certo desapontamento.

Salvo algumas exceções (e nobres, por sinal), parece que todo mundo caga pra isso. Seja pq não quer casar, seja pq tem dinheiro e pode casar em Buenos Aires com o boy… Brasileiro é um ser politicamente apático por natureza, é fato. O problema é que vi muita gente boa (e gay) IGNORANDO um avanço importantíssimo. Tem noção?

[nota: Por mais que o Ayres Britto tenha feito um voto SENSACIONAL, ainda não podemos contrair união estável. Ou seja, temos 112 direitos a menos que um heterossexual. Você acha isso JUSTO? Você nascer com o fato de gostar de alguém do mesmo sexo, paga os mesmos impostos que os héteros, fazem as mesmas coisas que os héteros, e não poder doar sangue ou ter conta conjunta de banco pq NÃO PODE SE CASAR?]

É um direito seu não querer saber disso, mas ignorar demonstra apatia, caralho! Não se manifestar, ficar omisso pq tem medo que seja interpretado errado é muito feio. Tudo bem que você tem seu pink money, e nego faz semanas gays pra atrair gente que consome muito, mas nem todo mundo tem muito dinheiro. O mundo não é um Queer as Folk, ou um Glee. O mundo real é mais duro. Tem gente que apanha todo dia, gente que vive com um companheiro, mas que vai ficar sem nada quando morrer, herdando aquela família homofóbica… Tem de lutar pra mudar essa realidade. Seja com ações, seja com palavras, seja com pensamentos.

E eu queria discutir a questão do GAYSTAPO (HEH), mas isso merece um post à parte. 🙂

2) Fins de relacionamento. Falando em casamentos e etc., veio uma coisa triste em mim. Sabe naqueles dias que seu amigo tá numa pior, e você nem sabe sequer o que dizer a ele? Passei por isso. 😦

Simplesmente, houve um fim. E meu amigo não soube contornar a situação como devia. E eu, tentando acalmar os ânimos, parecia que não sabia mais falar a ele o que proceder. Era como se meu interior dissesse: você não tem mais nada a falar. Melhor ficar calado e dar força. E eu: ok, né. Pior nem é isso: pior é que quase começo a chorar pq não sabia como fazê-lo ficar pior, sem levar em conta que ele tinha ideias meio absurdas, que não comentarei neste espaço, obviamente.

Marcaram terapia pra eu ir, ajudar meus amigos a chorar as mágoas, etc. Mas eu não podia ir (minha mãe ficou PUTA pq cheguei tarde ontem :p), e marquei uma convenção no msn. Bom……… PRECISO DIZER QUE IGNORARAM A MINHA IDEIA? Tá. Depois disso, acabei enjoando de gente, nem fui, e tô aqui, com esses momentos meus, tomando uns bons drink. HAUEHAUEHAUEHAUE

A grande verdade é que relacionamentos acabam, e você vai sair chorando neles. CLARO. A questão é: olhar pra cima e viver. Sempre. Sofrer por algo ou alguém é penoso. Não vale a pena. Aliás, não vale a pena agregar pena das pessoas (que é diferente de você ser solidário com um coração aflito). Não se esqueça que você não é o herói na estória; até pq você vai fazer vilanices um dia, podendo até mesmo ser um anti-herói (trecho baseado na Gloss nº 43 que li, rs – ih me senti o Felipe Luno agora; aliás, esse trecho tirei do texto que ele escreveu pra revista)

E enquanto pessoas sofrem no final de uma futura estória bonita, eu sofro por faltar estórias bonitas que eu vivi. Um namoro que eu olhe e diga: foi bom. Eu até tive recentemente, mas o término foi tão esdrúxulo que simplesmente explodiu muitas virtudes que ele tinha. E ainda continuo no caminho de ser feliz, tentando me completar com um smartphone, já que ser humano anda em falta comigo. BTW: viram esse Galaxy S2 (NUNCA QUE VOU CHAMAR DE S II; adoro nomeá-lo SMARTPHONE DO AMOR)? Me apaixonei. LITERALMENTE.

Quanto mais conheço os humanos, mais gosto de computadores. Este é meu lema. Esta é a minha vida. E estas são as minhas regras. 😉

 

>#100factsaboutme: Igor Maia.

>

Olá você que segue o Hugo Gloss em pleno 2011 e ainda acha que o sujeito é alguém na noite: este post é pra você, seus lindo, que me amam e me adoram. (NOT)
Depois de um carnaval no resort com direito a boys de Madrid (não peguei =/), lugar de muito luxo, tequilas, sungas e etc. ALÉM DE GULODICE, que custou caro à minha dieta. Enfim…
Estou de volta pq eu tava com saudade de blogar pro nada. MAS TEM ALGUÉM QUE LÊ. SEMPRE TEM. RISOS. E vou contar a vocês meus 100 fatos que NEM MEUS AMIGOS sabem sobre mim. Estão prontos? Segura na mão e…
pq eu nasci lindo desse jeito, mulé

100factsaboutme: IGOR MAIA EDITION. \o/



1 – Eu me acho a pessoa mais sociável, tolerante e flexível deste planeta.
2 – Mas minhas posições são, de certa forma, rígidas. E às vezes as pessoas pagam caro. E eu também.
3 – Só fiz amizades de verdade quando completei 12 anos.
4 – Sou um desastre nos relacionamentos. Por mais que eu dê dicas, minha vida amorosa é uma tragédia grega. Nem um namoro decente eu tive.
5 – Meus pais ainda moram juntos. São casados. E tenho uma irmã mais nova.
6 – Gosto fácil de todo mundo. Mas se cismo, é pq tenho motivos.
7 – Sou fissurado por pokémon até hoje; eu adoro os de água.
8 – Minha primeira compra com o meu primeiro salário foi um Nintendo DS.
9 – Radiohead salvou a minha vida.
10 – A internet salvou a minha vida. Achei amigos e pessoas maravilhosas que gosto até hoje. S2
11 – Eu nunca vi Tropa de Elite (1 e 2)
12 – Gosto de ver filmes. Na minha casa.
13 – Sou fanático por tecnologia.
14 – Sonho em ter um celular com Android.
15 – Almejo ganhar a Mega Sena acumulada.
16 – Tenho crises de sono durante o dia.
17 – Pratico muay thai.
18 – Fiz karate quando guri, e parei na faixa branca.
19 – Por mais que eu seja comunicativo, sou muito tímido. Prefiro que a pessoa me paquere.
20 – Não percebo que tô sendo paquerado.
21 – Visão política: SENSATEZ.
22 – Adoro animação japonesa; o último que vi (e ainda assim, incompleto) é Code Geass.
23 – Sou fanático por Super Sentai; tô vendo GoKaiger REGULARMENTE.
24 – Tenho pavor a gadgets pretos.
25 – Tenho pavor a mariposas.
26 – Quase choro ao ver os seguintes filmes: Pokémon – O Filme; A Single Man; e Eu Não Quero Voltar Sozinho (curta-metragem)
27 – Acho o Wayne Coyne um coroa pegável.
28 – Tenho pavor de gente que retwitta Sinceridades, Hugo Gloss, perfil fake do Jô Soares e etc.
29 – Tenho problemas de peso, e tá fazendo dieta. (blog sobre isso aqui)
30 – Desejo ter o corpo de Miro Moreira.
31 – Não posso ver o álcool que se torno uma pessoa impossível.
32 – Trafego por vários mundos sem fazer cara feia.
33 – Transpareço fácil os sentimentos, não sei esconder.
34 – Já fui alvo de gozação. E acho que superei.
35 – Tenho uma língua afiada.
36 – Apesar disso, guardo algum tipo de ternura e fofurice no meu coração.
37 – Calço 44.
38 – Só compro roupa de magazine (C&A, Renner, Riachuelo) por simples necessidade.
39 – Sou mais um que tenho o Champion Troca-pulseiras; tenho 12!
40 – Gosto de ter novas experiências.
41 – Viciado em redes sociais.
42 – Nunca joguei Angry Birds.
43 – Já fui fã de Britney. Até 2001.
44 – Prefiro Kylie a Madonna.
45 – As pessoas têm uma impressão errada da minha pessoa. Quando me conhece, mudam radicalmente de opinião.
46 – É tolerante a gente falsa. Mas não a gente truqueira.
47 – Nunca paguei de rico.
48 – Curso Direito, e pretendo fazer especialização em Direito Público/Penal.
49 – Meu quarto tem cama de casal (oi?)
50 – Tenho 1,84m de altura.
51 – Tenho uma inteligência pouco acima da média, beijos.
52 – Teve uma época que ouvia Bad Romance/Vanity em volume alto e gritava no meio da rua: I’M A FREE BITCH, BABY
53 – Gosto dos loiros. Sarados. Morenos. Com marca de sunga. Surfista. Skatista. MAS SEJA FOFO E ME DESTRUA DE VEZ.
54 – As mulheres me amam, beijos.
55 – Já me arrependi das minhas escolhas.
56 – Uma música pra me definir… São tantas…
57 – Nunca morri de amores por Adele.
58 – Paciência ZERO pra Glee.
59 – Minhas referências pegam os quatro cantos do mundo. Muitas até obscuras (PRA ENTENDER UMA TIRADA MINHA, SÓ PENSANDO IGUAL A MIM)
60 – Já tive vontade de enfrentar o Mundo. ISSO, SE JÁ NÃO ENFRENTEI.
61 – Sou funcionário público.
62 – Nunca zerei Super Mario Bros. no SNES. E NÃO TENHO PACIÊNCIA DE JOGAR EM EMULADOR.
63 – Nunca tive um jogo Guitar Hero/Rock Band.
64 – Aprendo jargões dos amigos, mas esqueço.
65 – Sou péssimo pra decorar datas de aniversário dos amigos.
66 – Adoro reality shows.
67 – Acredito que PRETA GIL É UM EXEMPLO.
68 – Aprendo muito mais coisas no YouTube que na faculdade.
69 – Posição sexual que nunca fiz.
70 – Já sofri por amores. Poucas vezes. Mas doeu taaaaaaanto…
71 – Me exponho demais na Internet; e acho que vou pagar um preço caro.
72 – Meus blogs favoritos: Te Dou Um Dado, Gizmodo, Teletube, Neonico, W.O.W.I.T.T. (rs)
73 – Tem dias que acordei pra reclamar da vida.
74 – Tenho problemas em entrar no/usar o msn.
75 – Tumblr? Quase não consigo usar!!!
76 – Nem jogue verde que posso colher maduro. 😉
77 – Adoro uma farra, sobretudo com meus amigos.
78 – Acho que tudo é um viral.
79 – Odeio a cidade que vivo pq ela simplesmente não me acolheu como devia (profundo…).
80 – Dou apoio às pessoas, e tento ser prestativo.
81 – Larguei de vez a Coca-Cola.
82 – Odeio o Kibe Loco. Assim, ODEIO.
83 – Já tive vontade de me matar.
84 – Faço da minha vida um drama. Desnecessário, admito.
85 – Já fui a algumas psicólogas e… Não tenho jeito.
86 – Se pudesse, trocaria o curso e faria Publicidade.
87 – Adoro o Mario e Sonic. E o concorrente flopado deles, o Crash Bandicoot.
88 – MARLON TEIXEIRA, ME AME!!111
89 – Dairanger tem um dos estilos de luta mais incríveis dos supersentais. EU ACHO. [/filler]
90 – Digo DROID em versão meio autotunada. (JURO! Exemplo:)
91 – Adoro um vocoder, um autotune…
92 – Pleno 2011, e adoro ouvir música velha.
93 – Tenho discografias que nunca ouvi por completo.
94 – Meus ringtones são os mais obscuros possíveis. Tem Riders of The Light (Bayonetta), Hino da Britania (Code Geass) e trecho de Red Dress, do TV on The Radio.
95 – Eu simplesmente não empolgo em ver the big bang theory. E isso não me faz menos fodão, desculpa.
96 – Sou fascinado por comerciais. O de games são os meus favoritos. Veja esse, por exemplo.
97 – Adoro dormir, comer, fofar.
98 – Se há uma pessoa que eu queria conhecer, eu queria conhecer mermo era o Julian Assange do Wikileaks.
99 – Zoo com as pessoas. Mesmo não tendo intimidade com elas.
100 – Sou humilde pra caralho. RISOS
E é isso gente. Um beijo. Tenham uma boa semana.
PS: amigos, se vocês me lerem e souberem de algum fato que eu tenha esquecido de mencionar, por favor, mandem comentários que irei editar o post depois. Grato!
 

>#igorversusaracaju: Aracaju e o gay que aqui reside.

>

Boa Noite pra você que tá fazendo regime e decidiu criar um blog sobre isso e deletar outros que, sei lá, não precisavam existir na blogosfera. 
 
Decidi reorganizar minha vida virtual e, por um acaso, escrevi um texto muito bom sobre os gays daqui. Teve um comentário, mas é nada mais nada menos que um retrato cruel e preciso desses indivíduos nesta cidade. Segue texto e, a partir de Domingo, falarei de coisas da minha cidade. =)
 
[X]
Boa Noite.
 
Como alguns que devem me conhecer, eu sou o Igor, e cuido deste twitter. (também tenho facebook tbm, se interessarem.) Tenho 23 anos, sou entusiasta das novas tecnologias e tenho um fraco por comida. Mas um fraco mesmo. Por isso que sou meio fora de forma. HAUEHAUEHAUEHAUE
 
E decidi criar este espaço pra colocar minhas impressões sobre a cidade de Aracaju. Algo como: Aracaju na vista de um aracajuano. Mas por quê a necessidade?
 
Acho que faltava um espaço que eu dissesse, sem apelar pro twitter, as coisas que penso da minha cidade. Uma cidade que almeja ser grande, mas temSÉRIOS problemas em ter mentalidade de cidade pequena.
 
O principal motivo? Segue relato.
 
Estava eu no Twitter quando vi algum comentário sobre o Pré-Caju (uma micareta daqui). As pessoas estavam comentando que não queriam num bairro nobre da cidade pq atrapalha todo o trânsito. Ok.
 
A grande questão foi que eu perguntei QUAL LUGAR seria melhor para ser realizado o evento. Nenhuma resposta. E quando eu sugeri que fosse feita na Zona de Expansão, as pessoas quase iam me bater pq não queria lá. Sobretudo um funcionário do governo que sequer respondeu a minha indagação sobre uma sugestão de outro local. Finalmente, o que concluí?
 
Simples. Um dos traços mais fortes do aracajuano é criticar, sem mostrar uma outra proposta. Queria debater, mas é aquela coisa: parece que ninguém está disposto a isto.
 
Mas eu tô. Se eu não me enjoar desse blog.
 
A proposta principal é contar de causos e carasterísticas dessa cidade que se proclama como capital da qualidade de vida, quando, na verdade… Num chega nem a 45% disso.
 
[X]
 
E o primeiro tema versa sobre um assunto meio delicado, e que sei pq existem pessoas que sou amigo e convivem direto com esta realidade: o gay de Aracaju.
 
Aracaju não é uma São Paulo. Por causa de um tudo. Conservadorismo na cabeça de muitos (até dos ditos “moderninhos”, falta de opções bacanas para o público específico, uma praia que não é bonita, e etc. Quem mora aqui, sabe de tudo isso.
 
Muita gente diz que Aracaju não tem muitos gays, não tem muitas opções de gente. Pois digo: tem. E muita gente é, sim.
 
Pode ser o seu professor, o seu primo, o seu colega de classe, o seu colega de trabalho… Sempre tem em qualquer lugar. Mas acordado com minhas pesquisas, Aracaju tem muitos. Mas não existiriam em estatísticas oficiais, se houvessem.
 
Melhor perguntando: como Aracaju não tem tantos gays, ao mesmo tempo que tem, e em excesso? Por que é tão complicado namorar ou se relacionar com um gay por estas bandas daqui? Segue motivos.
 
 
1) Ficar no armário é a solução mais cômoda. A opção da pessoa ficar no armário é livre. Você vive no Estado Democrático de Direito. Só sai dele se achar melhor. Acaba sendo a melhor das opções por causa de uma sociedade machista, patriarcal e cheia de perigos como a nossa. Salvaguarda a casa, a família, o emprego, a própria vida da pessoa. Mas, por outro lado, esse ocultismo pode acarretar num certo conformismo nas agressões que envolvem pessoas como eu (que sou gay) e você. Pode resultar num escassamento de opções pra encontrar pessoas que tenham os mesmos gostos que você. E, com isso, vamos ao segundo ponto,
 
2) EXCESSO DE CRITÉRIOS. O grande problema do gay é que ele tem a capacidade de discriminar alguém do seu próprio gueto. Ex.: fã de Madonna que hostiliza fã da Bethânia que hostiliza fã da Ke$ha que hostiliza… (e segue a chain). A pessoa desenvolve critérios tão altos pra se relacionar com alguém que tá mais fácil ela comprar um iPad cravejado de Swarovsky que namorar. Por isso, acaba-se apelando pra Internet e viagens a outros lugares, comoSALVADOR (irei discutir sobre isso em um outro assunto). O bacana é ver se a pessoa é legal, é maneira, tem um papo legal, com gosto legais. E não com exigências absurdas.
 
3) A massificação do ser. Acho de um absurdo tão grande a pessoa gostar das mesmas coisas, dos mesmos filmes. Por exemplo: eu não sou fã de Glee. Mas um amg meu AMA. O que acho foda é isso. A gente batalha todo dia pra ser diferente quando, de repente, um se torna diferente do que as pessoas dizem por diferente e já hostilizam. É como se houvesse umaPADRONIZAÇÃO do que seja o dito “comportamento gay”. Dou um exemplo prático: digamos que um fã de Ivete Sangalo gosta muito da cantora, e eu fiquei afim. Acontece que eu adoro bandas como… Nine Inch Nails. E a pessoa começa a te criticar pq ouve um cara que xinga Deus e o mundo, é depressivo, e outras baboseiras. Porra. Teus antepassados LUTARAM pra gente ser livre, e tu vem dessa?
 
4) A própria mentalidade do gay aracajuano. Em Aracaju, ainda se tem aquela ideia de que quem vai pra bar gay é um cidadão de segunda classe. Queima a sua reputação. A sua família fica horrorizada. Logo, os melhores partidos vão para baladas onde se encontram héteros ou pessoas ditas “no seu nível social”. E o resto vão pra esses bares, dando a impressão de ser baixaria. É uma posição lamentável. Outro ponto a ser discutido é a acomodação de muitos em não lutar pelos seus direitos ou não criar novas opções de encontros, se limitando a um fator que citarei up next.
 
5) PANELINHAS. Já imaginou você conhecer pessoas que nem falam direito com você pq fazem parte de uma panelinha que num vai com a tua cara? Já passei por isso. E ainda passo! Algumas vezes já tiveram momentos que eu tinha de sair de perto depois de uns 30 segundos pq depois o clima ia ficar desagradável. Viver num mundo que é só você e alguns da panelinha, com festas que você e alguns da panelinha fazem, é chato, é entediante. Já pensou o quão melhor a cidade seria se as pessoas não fossem tão fechadas nisso, tão… Metidas, vamos dizer assim?
 
E estes são os meus motivos. Se tiver alguma opinião sobre o tema, ou sugestão de novas pautas, por favor. Fica à vontade. =)
[X]
Legal, né? Se não gostou, foda-se, KKKKKKKK. Ah, mudando de assunto: sabe o projeto Born This Way Brazil? Eu tô participando. Participe você também. =)
 

>Noções do termo hi-lo.

>

 

Vamos aprender coisa nova nesta madrugada, pessoal?

TEORIA:

Atualmente a moda gira em torno do estilo, e o conceito hi-lo é o que há de mais forte no momento. Hi-Lo é uma abreviatura para a expressão “high and low”, isto é, “alto e baixo”. Esse é um conceito de moda que tem como principal característica a mistura de peças sofisticadas e outras mais básicas, ou seja, itens luxo com elementos mais baratos, que podem ser encontrados, inclusive, em lojas populares e brechós.

(fonte: Portais da Moda)

PRÁTICA:

O mashup do João Brasil do We Are The Robots (HIGH) com o Funk da Bixa Xoxota (LOW). (NÃO É MEU VIDEO, apesar das BRINKS, ok)

 

Pra mais mashups como essa, clica aqui.

 

>Eu não sei…

>

 

1) se falo desse video: (via @Teo1UP)

 

 

2) ou dessa fofurinha: (via @adogcanbeacat)

 

 

3) ou se falo da cara de DESPREZO que o Alex faz perante o Rebolation, QUE É DIMATÁ.

 

 

A CARA DO ALEX ME MATA. JURO.

 

(tefodemuleque. arrasando no aleatório desde 2008.)

 

>King of all the fl00ds.

>

 

A Rosana passou uma lista de quem mais Twitta no Brasil. E olha quem tá nessa lista, no número 65? AHAN, o dono deste blog.

Entendeu pq esse blog vive sempre desatualizado, e o cantinho pro Twitter, não?

Link aqui.

(e quem curte meus fl00ds, dá um add em @mob_igormaia. se não, tem um backup introspectivo, @imymemine_igor.)