RSS

Arquivo da categoria: life in cartoon network

Jus DarkSoulcione¹ (pq é difícil pra carai)

 

BLABLABLA JUS BLABLABLA JURISPRUDÊNCIA BLABLABLA SENTENÇA EM JULGADO

Para quem quer fazer direito, este singelo texto.

Eu, como bacharel na área, digo em breves palavras, o que vocês irão enfrentar daqui a algum tempo. Não vem coisa fácil, já digo logo.

A seguir, as vdds que falei certa vez no feise. Prestigiem. E pensem mesmo se querem fazer Direito.

 

Este post é para vocês que pretendem fazer direito. Muitos de vocês vêm procuradores, advogados bem sucedidos, promotores, desembargadores, e decidem fazer direito.

– ain, Direito é uma área linda, lida com justiça. Amo justiça. Etc. 
Observações a fazer:

1) Direito não é um curso ruim. Ele é igual a todos os outros. Tem gente que ama. Tem gente que detesta. Se for pra fazer o curso com a finalidade de fazer concurso, acredite. Tá indo pelo pior motivo. 

2) como todo curso que se preza, você vai passar cinco anos. Lidando com, talvez, as pessoas mais escrotas e arrogantes do universo. Gente que te trata como se você fosse um zero a esquerda. Gente que só pq tem mestrado ou doutorado se acha no direito de escrotizar a sua vida. Mas tem assim em tudo quanto é curso então blz.

3) É um curso que você lida com coxinha, e é de coxinha. E para coxinha. Ponto. Há exceções (alguém disse VOCÊ IGU?), mas tem sempre algum babaca falando coisas que imperam no senso comum. 

4) Um curso que abusa do formalismo e termos técnicos. Sem falar no odioso pronome de tratamento DOUTOR. 

5) Além disso, tem o povo mais bonito, bem nascido e bem arrumado do universo DSCLP. 

6) E antes da dita justiça, vem o positivismo e as normas que nem sempre é o certo a se fazer. 

Se com essas observações você não desistiu de fazer o curso, tenho uma mais importante: apenas 17 por cento dos alunos que prestaram o último exame da oab foram aprovados. NA PRIMEIRA FASE. 

Boa sorte. A todos.

 

¹ – o neologismo remete ao jogo Dark Souls, um dos jogos mais difíceis da atual geração de videogames.

Anúncios
 

>Porque Bayonetta é AMAZING. Exposição de motivos (ou analyzer? me perdi, rs)

>

 

Daí que, neste findi, decidi me apegar a um jogo. E o jogo é nada mais, nada menos, que BAYONETTA. Já havia comentado aqui, e havia dito também que iria ser uma tendência entre as travestchy (quero nem ver!!!11) o salto revólver o jogo é um estilo Devil May Cry, tinha muita PHEMENILIDADE, PHABULOSIDADE e etc. E tomou 40/40 da FAMITSU, ou seja.

 

esta sou eu partindo meu namorado ao meio *VRÁ*

 

Mas enrolaçõõõões à parte, o jogo é AMAZING (parece ser, nunca joguei, risinhos sofridos). Imagine você, que sempre teve um sonho enrustido de ser travestchy (se você não tem, vai pro parágrafo seguinte), decide dar um tiro com o salto revólver que tu usa? Ou, de repente, dar aquela ESMAGADA naquela bicha uó que te gongou? Ou melhor: virar uma pantera (EU TÔ FALANDO SÉRIO), dar umas zunhada na drag de terceira que você odeia? É. Bayonetta é a personificação de tudo isso. Ainda usa óculos, chicotinho (!) e… CONVOCA MONSTROS DO MAL PRA BATER NOS BICHO KEKEKEKEKEKEKE

 

Irei expor a você os motivos pra amar Bayonetta, um mashup interessante de bixa xoxota e AEON Flux (beijos, @larudaiel), e cuja estorinha linda você encontra na Wikipédia (passa em cima do link e leia no Google Chrome pra traduzir, pq não sou obrigado, kkkkk sua linda)

 

1) O Estilo. Já comentei n vezes das roupas apertadas, da ZENZUALIDADE da mulher, do salto revólver, do macacão, do show de transformismo, dos ataques loucos… Mas… E DA DANÇA NO FINAL DO JOGO? HAHAHAHAHAHAHAHAHA

 

2) Os Combos Insanos. Como é a versão glamouroso-travestchyzada de Devil May Cry, com direito a mais maricagens, então pode-se dizer que devem haver combos que sejam, no mínimo, sensacionais. Dê uma olhada em 3 videos que escolhi pra mostrar a vocês.

 

 

 

 

3) A Música. A trilha de Bayonetta é bem interessante (se bem Q tem um toque totalmente SEGA, mas isso é um caso que não irei comentar), e tô vidrado demais nas músicas. Taí os links pra vocês ouvirem, baixarem e tirarem suas conclusões:

– Riders of the Light (JÁ É RINGTONE DO MEU CELULAR, HEHEHEHEHE)

– Let’s Dance Boys

– Red Black

– Fly Me To The Moon (Climax Mix)

Eu juro a vocês. EXISTE ESSA MÚSICA NO JOGO. Imagine você, muito linda, chutando os inimigos ouvindo Fly To The Moon??? É POSSÍVEL!!! (o próprio @frowdow me disse dia desses no Twitter.)

 

(a partir do minuto 5:03.)

 

UPDATE: Menino, e num é que achei OUTRO video com a Bayonetta detonando os monstros com Fly To The Moon? Se liga aí, lelesk:

 

 

 

 

 

Acho que só enumeraria isso, e encerraria o post. Não fosse o fato de que… Há o fator bônus.

 

4) FATOR BÔNUS. A Playboy, louca pra pegar os nerd punheteiro de jeito e tornar a Bayonetta algo como a Lara Croft do século XXI, decidiu fazer um concurso com as coelhinhas que concorreram ao concurso de BAYONETTA MAIS SEXY. E o video a seguir é tão tosco que… OLHA. Dê o play e morra. HAHAHAHAHAHAHAAHAH

 

 

I AM BAYONETTA, DO YOU TOUCH ME? *BANG*

 

SEGA, parabéns. Conseguiram fazer um ícone que pode superar os n jogos ruins do Sonic. Beijos.

 

>The Dot and The Line.

>

 

Uma ideia geniosa que tiveram. Que tal fazer uma estória de amor geométrica?

A animação é de 10 minutos, mas tem cada metáfora poderosa que só vendo.

Anywaaaays, assista. O audio é em inglês.

 

>Amazing Horse!

>

 

Amazing Horse pra ouvir tal hit, clica na imagem, MUAH!

Passaram isso no Twitter, e este é o WTF do dia. (mas ainda tô ouvindo. Acredita?) Trata-se da estória entre uma mulher e um cavalo. E a música é total new wave. Algo como um PetShopBoys feelings. (falei em Depeche Mode, mas achei um pouco demais. =P)

E o @Uleskywalker passou a versão extend da música música em Youtube, se não rolar o link. Eis o hit do final de semana da semana. OREMOS.

 

QUER DIZER.

 

>ERR.

>

 

Sério. Alguém entendeu o conceito deste vídeo?

 

“quem não gosta e não entende o charlie é uma mente inferior.” I’m a dalit, kisses!

(pelo @rubinho_)

 

>Bad Romance foi lançado! CORRÃO! (a.k.a. sapatos do McQueen)

>No Twitter, a galera tava comentando sobre o novo clipe de Lady GaGa, Bad Romance, que estará em The Fame Monster, que será lançado ainda neste mês.
Sinal da cruz, diamantes, vodka Nemiroff, óculos Carrera (WTFFFFUUUU), toda trabalhada no Bjorkismo Club Kidismo.

Mas o foco é o sapato que o McQueen criou – e apareceu no clipe. Que chamo carinhosamente de patas-de-caranguejo. Check this:

Olha o primor, olha a elegância. E olha o desconforto. MERMÃO, CUMÉ QUE SE USA ISSO? Mas o melhor nem é isso. É EM QUEM foi inspirado.

Não reconheceu?

Este é HIM (ou ELE, na versão dublada), o vilão (???) mais EVIL GLAM das Meninas Super-Poderosas.
QUEM?

– Queeeem?

– Aaaaaaaaah.

(e aguardem algum comentário fashion sobre o clipe no Model’s Talk!)

 

>Exercício da viadagem (sic) suprema, parte 2.

>Vamos esquecer o orgulho e a vaidade, gente?

Reprodução /Reprodução
Assim opinaram Raito Yagami e Lelouch Lamperouge:

– infâmia demais, beijos
– não fez o requisito.
WTFFFFFFFFFFFFFFFFFUUUUUUUUUUUUUU
QQQQQQQQQQQQQQQQQQQQQQQQQQQQQQ