RSS

Arquivo da categoria: eu

Eu.

Image

Foto minha de 2011, que ¯\_(ツ)_/¯

Muita gente conhece o Igor de n formas. Pessoalmente, virtualmente, em casa, na rua, nos lugares públicos, nem tão públicos assim… Mas tem algumas facetas da minha personalidade que as pessoas não conhece. Pra não ficar totalmente escancarada, vou dizer algumas que, ao meu ver, me parecem interessantes. Mas no final das contas eu me acho uma pessoa normal…zinha.

Primeiramente, eu sou meio calado e na minha em casa. O que é um choque, pq todos me conhecem na rua como uma pessoa expansiva e comunicativa. Amo falar com as pessoas, com o mundo, me interagir com elas. Mas em casa me recolho, às vezes. E não gosto de ser importunado. Prefiro ficar aqui, falando com vocês na internet a ter de conversar com minha mãe. A gente conversa, mas somos tão diferentes que não conseguimos esboçar diálogos despretensiosos por muito tempo (a conversa reside mais em problemas e assuntos da casa).

Além disso, eu não gosto de carne de coelho e de carneiro. De vez em quando, gosto muito de misturar doce com salgado. Mas fora isso, como bem em casa, ainda bem. Faço terapia duas vezes por mês, e acho que tô melhorando um pouco. Costumo ser razoavelmente otimista e gente boa na realidade, se bem que muita gente me acha um purgante nas redes sociais.

Mas na rua, eu falo muito e me divirto. Sempre me dou sorte de encontrar alguém quando saio sozinho. Eu não tenho medo e nem receio de viajar sozinho. Até gosto. Muito.

Sou formado em Direito (E PIOR QUE AINDA TEM GENTE QUE NÃO SABE!!!). Minha especialização em Direito Público sai em poucos dias.

Shopping eu não tenho andado muito, apesar de gostar. E não bato muita perna em centro. Acreditem.

Em casa, nos últimos tempos, sou eu que tenho segurado as pontas aqui. Não falo financeiramente, mas psicologicamente mesmo. Queria muito que as pessoas dependessem menos de mim.

Amo descrever, de verdade. Mas tenho uma preguiça nata a isso. E é foda. Sou procrastinador doentio. Detesto isso.

Meus amigos acham que não dou atenção o suficiente pq não saio e nem converso com eles. Mas eles não sabem que essa é a minha natureza. Sou tímido em chamar pra sair. Sei lá, desenvolvi um bloqueio. Tenho superado isso, mas é mais fácil alguém me chamar que o contrário.

Não conto parte dos meus problemas a ninguém pra não incomodar. E daí desconto nas redes sociais.

Acreditem: guardo muita coisa. Desde segredos a mágoas.

A grande real é que nunca namorei de verdade. Mas me apaixonei sim, e meu coração foi maltratado. 😦

Não tenho maturidade emocional pra: dispensar alguém, manter relacionamento com alguém, aguentar foras de alguém.

Minha autoestima passa por momentos de alta e baixa autoestima. Se alguém não quer ficar comigo, já penso que sou o mais feio da balada.

Paixões incondicionais: Pokémon, coxinha e dinheiro.

Sim, sou absurdamente materialista sem esquecer que priorizo o interior da pessoa.

E acho que é só o que vocês precisam saber. Tem muita coisa minha, mas acho que contar tudo perde a graça. 😉

 

#IguinSPTour2011: o post definitivo!

Olá, gueis (e lésbicas, e héteros, e transex),

Depois de 10 dias fora de Aracaju, retornei. Com muitas coisas boas e lembranças, e fotos, e sensações muito boas. Acho que é hora de registrar aqui tudo o que achei de São Paulo. Primeiro que é uma cidade ENORME, com muitas opções a fazer. Mas muitas MESMO. Segundo que dá pra se virar sem precisar tano de táxi durante o dia. E terceiro que ó: se for pra ir a São Paulo e conhecer, que fique por mais dias. Pq vale a pena. Mas antes, alguns avisos:

Disclaimer 1) este texto vai ter cópia no A Gente Viaja. O Rodrigo Rocha (que é um amor) me propôs a escrever minhas aventuras em São Paulo. Aceitei, e o texto digitado a seguir irá para lá. No entanto, com algumas alterações. O texto já tá disponível no A Gente Viaja. 😀 Obrigado ao Rodrigo, de novo, por ter me procurado e ter postado esta aventura que vocês tão lendo. ❤

Disclaimer 2) demorei um tempo em como elaborar este post. Se como diário, se como enumeração de itens e comentar as coisas. Vou tentar contar como um mini diário, mas vão haver algumas partes que vou pontuá-las. Então lá vamos nós!

Disclaimer 3) as pessoas citadas fiz questão de citar pq… Achei que mereciam ser citadas? Elas ajudaram a abrilhantar mais a minha viagem, e elas merecem. A todas elas que me conheceram, deram um oi ou me serviram de companhia, o meu muito obrigado. Espero ter contribuído com amor. ❤

#IguinSPTour2011: o post definitivo! \o/

Não vou mentir pra vocês. Este era o momento mais esperado por mim deste ano. Desde Junho tava planejando essa viagem. Comprei os ingressos pra ver os Strokes no Planeta Terra, além do EGS (que fora cancelada pq seria MUITO humilhada pelo BGS. Até agora não recebi meu dinheiro, Alô Ingresso. KD?). Mesmo com o EGS cancelada, decidi deixar esses 10 dias em São Paulo por três motivos: 1) tava emocionalmente esgotado, e queria fugir da cidade; 2) o estresse do trabalho tava me consumindo; 3) queria ficar longe de casa que não sou besta. RSSSSSS. Ademais, tive a sorte de ter passagem e hospedagem pagas pelos meus pais (obrigado, pai e mãe, pelo custeio. vocês são uns amores. <3). Vamos a estas dicas principais antes de tudo:

1) BUSQUEM CONHECIMENTO. Ainda mais se for pra um território desconhecido. Por buscar conhecimento leia-se: conhecer gente do lugar onde você vai viajar, firmar contatos, saber quem vai pra quais lugares, acessar sites especializados, se vai fazer frio ou não… Tudo isso pra adequar a sua mala e se divertir melhor.

2) Um grande mal que cometi nessa viagem é que não consegui fazer um roteiro decente pra ver os lugares… Com isso, eu perdia um tempo útil passeando em shopping/centrão ou se perdendo em metrô. Logo, FAÇA UM ROTEIRO DO QUE QUER VER OU NÃO. Museus, teatros, locais públicos, ruas, avenidas, espetáculos. E claro, evite shoppings. Exceto o Iguatemi ou o Cidade Jardim, pra quem é a loka do consumo. RS

3) PONTUE O QUE VOCÊ VAI GASTAR. Controle na comida, no transporte, na consumação em alguma balada… Sempre anote o que você gastou pra ter uma ideia. Um dos meus grandes erros é que gastei dinheiro com coisa desnecessária. Se tiver de comprar, COMPRE. Mas se não, NÃO COMPRE. Um exemplo: comprei um cartucho pro meu DS, não tinha necessidade, e tive de trocar por traquitanas mais dispensáveis ainda.

4) JUNTE UMA BOA GRANA PRA NÃO PASSAR NECESSIDADE. Gastei fácil 5 mil em 10 dias de São Paulo. Juro. Isso com hospedagem, passagem, balada, comida, roupa, etc. Andar com o dinheiro no limite é bem perigoso. Corre o risco de faltar a grana… E aí?

5) VIGILÂNCIA CONSTANTE! Citando o bom e velho Olho Tonto Moody (Harry Potter, pros leigos), vale constar que São Paulo não é uma cidade como Aracaju. LOGO, certifique-se de estar sempre de olho nas suas coisas. Eu andava com minha bolsa grudada, com a carteira na frente, e meus dois celulares (sim, dois celulares, pq não achei um celular dual chip que eu amasse). Mas ainda assim: acho que tive MUITA sorte.

6) TRANPORTE PÚBLICO RULES (principalmente metrô). São Paulo tem uma malha metroviária interessante. Se eu fosse você, economizaria no táxi e andaria só de metrô ou ônibus. Pegue o mapa e, se sentir perdido, se informe.

Use o foursquare pra encontrar endereços e até mesmo fazer suas rotas (grato, Teo, pela dica). E quando for a um show, acerte com um taxista na volta pra eu não ter de procurar por um táxi por uma hora e ter de voltar de metrô cansadíssimo.

7) QUEM É GAY, favor utilizar este mapa, desta rede social. (NSFW; agradecimentos ao Cairo pela indicação desse fabuloso site. rs) Praticamente, tem os lugares must-see gays de São Paulo, e não a segui pq não me lembrei disso. HAHAHAHAHAHAHAHA

DITO ISSO, VAMOS LÁ!

Dia 1: Cheguei no hotel à tarde, na sexta-feira do dia 28 de Outubro. Me hospedei no Heritage Residence, que fica numa ótima região (é perto da Paulista, e na frente da Haddock Lôbo). Passaria 10 dias ali no hotel. Perto de lá, tem a Rua Augusta (PRECISO DIZER MAIS ALGUMA COISA?), andando um pouco mais tem a Rua Bela Cintra (que tem umas casas bem legais, como a Funhouse), e andando um pouco mais, a Frei Caneca. Fui atrás de meias no Shopping Center 3 com o Capeto, e dei uma passada no Starbucks, que tem lá. Uma dica? Iced Shaken e focaccia. ❤ À noite, dei uma passada no SMU Smoothie Bar, e experimentei uma caipirinha de lichia à base de saquê (bem ama/beija rapazes, vai??? RSRSRS). O local é excelente, a decoração é boa, e o pessoal é bem legal. Depois, participei de duas festas: a @bsurda, na Funhouse(encontrei com o Felipe, o Bruno e um amg dele e a Milena nesse tempo), e a que a Banda UÓ tava discotecando no Gloria. (me bati pela primeira vez com o Guto. Primeira de umas 4 ou 5, HAHAHAHAHAHA Além do Lukas)

(nota: Você tem facebook, certo? E é chamado pra alguns eventos bacanas em São Paulo? Uma dica: . Já conhece e mandam convites pra você? Melhor ainda: VÁ MESMO. Mas pra isso, é como te disse: faça amigos. Eles divulgam a festa pra você, e você comparece, e se diverte. ^^)

Uma observação sobre a Funhouse. A casa é MUITO pequena, e se quiser ir numa festa de lá, chegue CEDO. Fique um pouco, e faça escala em outro lugar. E quanto ao Gloria? PQP, é LINDO. A decoração é estilosa, fashionista total. Mas esteja afiado na moda. O povo de lá ama fazer um carão. Mas só beber um drink que tá tudo certo. RS

Shopping Center 3

SMU Smoothie Bar

Funhouse

Gloria

Heritage Residence

Dia 2: Sábado, 29 de Outubro, depois de uma noite ALUCICRAZY, decidi ir com o Capeto conhecer o Tubaína Bar. GENTE: é lindo demais. É uma arquitetura rústico chique que eles possuem… E vendem tubaínas e drinks feitos com elas. 😀 (por sinal, a dona prometeu um drink free pra mim, mas foi tão louco esses dias que nem fui apreciar. =/) Recomendo o estrogonofe de carne de sol da casa, e uma tubaína beeeeeem gelada. Tu volta ao passado. Lindo. Deu vontade de levar umas garrafas pra casa, mas eu acabei nem levando. =/

Depois, fui pra Paulista. Verdadeiro must see da cidade. Tem MUITA coisa lá, como a Livraria Cultura, a FNAC(achei miniaturas de Mario e Sonic <3) e shows ao ar livre no MASP, com os Twin Pines (filmei uma música deles, até. infelizmente, vou ficar devendo. =/).

(ficou até legal, né?)

Parte dos fundos; sempre rola alguma apresentação no lado externo.

Tinha a mostra de cinema de São Paulo (que parecia estar muito bom), mas achei afronta o line up custar 1 REAL, e acabei nem indo. À noite, comi uma bobagem na rua, e fui pro Dynamite Pub, pro aniversário do Rafz (e conheci o Clayton e o GuyFranco, RS). Pra quem gosta de karaoke e um programa barato, é uma EXCELENTE pedida. O pessoal é super simpático, e as bebidas nem são tão caras. Até os petiscos são legais. Logo depois, fui pra uma das noites mais esbanjadoras e loucas: tava lá eu na The Society, pra uma festa da Katylene, a VEM GEMTCHY. Digo logo: É. UMA. LOUCURA. HAHAHAHAHAHAHAHA Cheguei umas 3 da manhã, e só fui sair umas seis. Nesse meio tempo, encontrei com o Teo, e eles não cobram consumação (o que é bem comum em São Paulo. Paga pelo ingresso ou pela consumação). Gastei 139 reais nessa balada. E fiz amizade com os funcionários de lá. NÃO ME PERGUNTEM O PQ. Outra coisa: a The Society é uma mansão duca. Linda demais, e super organizada. E os copos de plástico não fazem feio. E o público lá é variado. Trust me. =) (nota: quem gostar da Katylene, e a segue, vale a pena ir nas festas dela. Eu gostei demais da Vem Gemtchy, e os drinks personalizados pra festa. HAHAHAHAHAHAHAHA)

Tubaína Bar

MASP

FNAC

Dynamite Pub

The Society

Dia 3: Domingo, dia 30 de Outubro. A Flávia me chamou pra feirinha na frente do parque Trianon, que vendia tudo quanto é comida… E não é que os preços tavam muito bons? Consegui comer bem na faixa de 20 reais. (Claro que comi pouco, mas comparado ao que você gasta em São Paulo, ACREDITE. ISSO É ÍNFIMO.) E não tem apenas comidas. Vendem artesanato, coisas de casa, plantinhas… Uma graça que você deveria prestigiar. ❤

Mas choveu. E não deu pra fazer muita coisa depois disso. =~~~ Em seguida, fui de novo aoThe Society, num frio tenebroso, encorajado pelo Teo e pelo Carlos. Eles foram embora cedo, e fiquei até a boate fechar. KKKKKKK. E some o fato de ter conhecido uma porrada de @ no Tuinter, também. (e conheci o Bruno. UM DOS HOMENS MAIS BONITOS QUE JÁ VI NA VIDA, se vocês querem saber. E uma graça de menino. E nem falo da história de um açougueiro lá. =~)

Dia 4: Segunda, dia 31 de Outubro. O Rafz e o Clayton marcaram comigo pra eu almoçar no Ponto Chic, pra comemorar o aniversário do Rafz. Ó, o tradicional bauru de lá é DOS DEUSES. Nunca comi algo tão gostoso na vida. É bom demais. <3<3<3<3

Já o Clayton ficou meio decepcionado; ele gostou, até. Mas o entendo. Ele é chef e é exigente. Tá certo. =) Depois disso, fiz companhia a ele (ia devolver um terno que pegou emprestado) e dei uma volta no Centrão. Mercado Financeiro, Rua 25 de Março, Edifício Banespa, Praça da Sé… (nota: Sempre bom passear no lado antigo da cidade. Fui de carro, mas uma sugestão? Faça boa parte dos trechos de metrô. É curioso perceber a mania que os paulistas têm, por exemplo, de sair correndo pra pegar os vagões. HAHA)

À noite, deu uma fome totalmente braba, e fui lá comer beirute na Panificadora do Frei. Recomendo de joelhos. E conheci dois senhores muito legais. É bárbaro lá. 😀

Ponto Chic

Panificadora do Frei

Dia 5: Terça, 01 de Novembro. Hoje é dia de metrô, bebê! Tirei o dia pra aprender. Acabou gerando algumas cenas mitológicas, como o fato de dizer AMÉM a uma pirada do metrô, e descer na Berrini pq… QUIS DESCER NA BERRINI. Ou que confundiu MORUMBI com IGUATEMI. KKKKKKKKKKKKKKKK Decidi exercer a futilidade, e fui no Shopping Iguatemi. Digo logo, que shopping bonito. Que shopping maravilhoso. ❤ Nunca vi tanta concentração de marcas de luxo no local NA VIDA (tem o Cidade Jardim, mas preferi deixar numa próxima. HAHAY). No entanto, é um shopping meio confuso, e você pode se perder facilmente.

À noite, fui no Tanta’s Bar, na região da Augusta, a convite do Xonas, e vi o Salles e meu xará. As opções na Rua Augusta (onde fica o bar) são várias. Uma das mais recentes é a Bofetada Bar, que parece ser bem legal. Depois disso, me encontrei por lá com o Dan Galego, que o conhecia a eras. ❤ Depois disso, fui pra Funhouse. Mas como tava super tarde e tava uma fila enorme, fui lá conhecer a Hot Hot. Olha, é uma casa promissora. É bonita, ajudou a reviver o centrão. É super colorida, com um ar meio kitsch. Não que você se interesse, mas vi o Serginho Orgastic por lá. Try for your luck, se tu ama subcelebs. Pq olha, só no carão. Mas tenho medo, não. Hunf! Não lembro da festa que rolou, mas o Boss in Drama tava tocando, e não vi muita gente conhecida lá…Depois, fui pra A Lôca e terminei minha noite lá. É um verdadeiro pilar da noite gay paulistana. Super louco, tocava umas músicas blast to the past. É um local divertidíssimo e desencanado. Se parece com uma caverna no interior.

Shopping Iguatemi

Tanta’s Bar

Bofetada Bar

Hot Hot

A Lôca

Dia 6: Quarta, dia 02 de Novembro. A Carol ficou de me mostrar alguns pontos turísticos de SP, e eu lutando contra o sono. E lá vamos nós! Fomos de metrô, e passeamos em alguns pontos importantes de São Paulo. Passamos pela Rua 25 de Março, um paraíso pra quem gosta de comprar. Passamos por dentro do Centrão, mas o Mercadão Municipal tava fechado. Aun. Mas nosso principal foco foi: 1) Museu da Língua Portuguesa. LIN-DO. Um jogo multimídia de experiências sensoriais, um trabalho muito bom. Parabéns aos enolvidos. É apaixonante. As crianças PIRAM. E a gente queria morar lá. Né, Carol? ❤ 2) Pinacoteca de São Paulo, que possuem boa parte do acervo nacional. O prédio é enorme, e você perde boas horas visitando o local. O café de lá é uma delícia também. Logo após, fui na Região da República, que tava rolando o Ocupa São Paulo e o Zombiewalk. Depois disso, fiquei enfurnado em dois edredons, pq São Paulo, na semana passada, tava um frio demais. Entre 10 e 15 graus, pra ser mais exato.

Museu da Língua Portuguesa

Pinacoteca de São Paulo

Dia 7: Quinta, dia 03 de Novembro. Aí foi bem tranquilo. Dormi meio tarde, e fui almoçar com o menino Rulho, matar as saudades. Almoçar na região da República pode guardar algumas boas surpresas. E uma delas é o Boteco do Padre. Almoço muito bom a um preço bem bacana. E o ambiente é super legal. Ele indicou também o Gato que Ri, que é um pouco mais caro, mas que tem ótima comida também. E fica na região da República, Sé e adjacências, se não me engano. Depois, tirei o dia pra comprar. Comprei agasalhos e uma camisa nova. E um novo relógio, já que tinha perdido o meu na balada (longa estória). E fui no Shopping Frei Caneca pela primeira vez. É simples, mas bem bacana, com lojas interessantes. (e o guardião do banheiro masculino procede RISOS) À noite, fui pruma balada rock no Vegas Club, me encontrar com a Polly. Local bem divertido, e lá dá tudo quanto é tipo de festa. Fica na Augusta, e dá uma passada sempre que puder. Depois, Hot Hot, e me bati com o Raphael com o tênis Jeremy Scott dele. hehe. =p Depois, passei na Bella Paulista. Me atrapalhei na hora de entrar no local, ENFIM. Sabe o que acho? Todas as delicatessens deveriam funcionar 24 horas por dia. (tem gente que quer comer alguma coisa, mas não pode pq tá fechado. =~) o sanduíche (não lembro o nome, mas possui diversas opções) de lá não é ruim, mas já comi melhores. E o serviço é caro pelo que oferece.

Boteco do Padre

Shopping Frei Caneca

Vegas

Bella Paulista

Dia 8: Sexta, 04 de Novembro. Acordei extremamente tarde. Logo, nem tinha muito o que fazer, e fui dar uma volta por aí. Almocei uma bobagem no Frei Caneca, e fui me encontrar com Bifs por alguns instantes noStarbucks. Depois, o Pedro me chamou pra uma festa na USP. Outra dica maneira. Se tu tem menos de 30 anos, e ainda tá na vida acadêmica, PARTICIPE DE ALGUMA FESTA DA USP. HAHAHAHAHAHAHA Sério! (agradecimentos ao Rafa e ao Felipe pela dica, rs) De início, tu acha ruim a festa, mas depois de um tempo, acha uma maravilha. Foi tão boa, que em certo ponto, desencanei de ir embora, e decidi ficar. Além de que, eu tive uma surpresa inesperada e eu não vou contar. Mas só lembrando: festa da USP no campus de Arquitetura e Urbanismo (FAU), hein?

Starbucks

USP – FAU

Dia 9: Sábado, 05 de Novembro. PLANETA TERRA. YEEEEEEESSSSSSS Cheguei cedo no festival, umas 4:30 da Tarde já tava lá (antes, almocei com o Tchê numa casa japonesa na Augusta, não lembro agora). E nem precisei pegar um táxi pra chegar ao evento: metrô + transporte cedido pelo festival = WINNING. \o/ E o festival foi muito bom: Criolo e The Name me surpreenderam, Garotas Suecas com o Jacaré MITANDO demais, brinquedos, shows corretos do Interpol e White Lies, show muito agradável com Toro y Moi, me descabelei com Goldfrapp e a atração principal da noite: The Strokes. FOI DO CARALHO. Cantou minhas músicas. Posso dizer sem delongas que foi um dos melhores shows da minha vida. Sabe o que é passar 10 anos ouvindo músicas dos caras? Só de lembrar bate uma saudade grande… E ó, o Planeta Terra deveria ser referência pra organização de shows. Pq nunca vi algo tão bem organizado. ❤ E tinha a Squat Party, mas graças aos taxistas infames, não consegui assistir o show da Gretchen que tava rolando no Estúdio Emme. =( E NEM DIGAM QUE FOI O MÁXIMO PRA EU NÃO PEGAR RAIVA DE VOCÊ. =) [nota: se tiver uma squatparty rolando na cidade, vá. Diversão na certa.] Então, ó. Fica a dica pra você. Quer voltar no conforto de sua casa? Marque com um taxista que você tenha conhecido pra te pegar e levar no conforto do lugar onde esteja hospedado. Abrevia muita coisa. Inclusive xingamentos. 😉

Planeta Terra 2011 (Playcenter)

Estúdio Emme

Dia 10: Domingo, 06 de Novembro. Depois de um dia daqueles de não esquecer, hora da coisa mais sossegada. Fui me encontrar com menino Gardini e a Ju pra gente ficar falando besteira. Tudo isso, na Liberdade. E Domingo lá, pqp. QUE MÁGICO. Tem muita coisa legal na Praça da Liberdade. Mas meu negócio era a gordice. Comi Yakimeshi com kare (uma espécie de bobó feito no curry, mais ou menos) e TAKOYAKI. Sério, são duas comidas japonesas quentes muito gostosas. Pra quem quer conhecer a cultura oriental de forma mais aprofundada, recomendo uma visita lá. Também recomendo que você chegue de barriga vazia e cedo. (a feirinha fica aberta até as sete. cheguei às quatro.) Depois de passear um pouco pela Liberdade (um bairro encantador, mas beeeeem sujo =~), fui pegar o Rafz e o Leo, e fomos pra Dona Teresa, que fica na frente do meu apartamento. O lugar é super aconchegante, e as batatas rústicas de lá são uma delìcia. (e nesse dia me toquei que o Guy Franco é o Guy Franco. HAHAHAHAHAHAHAHA longa estória)

Praça da Liberdade

Dona Teresa

Dia 11: Segunda, 07 de Novembro. Arrumei minha mala nas pressas por causa do check out no limite, que era pra ser feito a 1 da tarde. Um detalhe: o avião era para às cinco pras seis, e eu pensando que o vô era a uma da tarde. Como tinha um tempo de sobra, aproveitei pra fazer certas coisas que AINDA não tinha feito. Fui pro Mercado Municipal, por exemplo. Nunca vi algo tão arrumado e arejado em toda a minha vida. A locomoção foi muito fácil, os vendedores são simpáticos, e ainda tive sorte de comprar umas bugigangas pro pessoal de casa. ❤ E, claro. Não saí de lá sem comer sanduíche de mortadela e o tradicional pastel que, por sinl, comi no tradicionalíssimo Hocca Bar. E ó, não é mortadela qualquer. É Cerati, tsá? HIHI. Depois disso tudo, fui pegar meu vôo de volta a Aracaju.

Mercado Municipal de São Paulo

Hocca Bar

Sério. O que dizer desses dias? Os melhores do ano. Uma viagem que sempre esperei. Uma viagem que, apesar dos pesares (paulistas, favor melhorar na simpatia!), fiz amigos incríveis que quero levar pra vida. E resumo esse post enorme com uma frase que, por sinal, postei no Twitter:

“Ida: uma mala e uma bolsa. Volta: uma mala, uma bolsa, uma ecobag, uma aventura, uma paixão de primavera e novos amigos feitos. :,)”

Isso resume tudo.

[ah, as fotos você encontra no meu facebook ou no meu Flickr.]

 

>#100factsaboutme: Igor Maia.

>

Olá você que segue o Hugo Gloss em pleno 2011 e ainda acha que o sujeito é alguém na noite: este post é pra você, seus lindo, que me amam e me adoram. (NOT)
Depois de um carnaval no resort com direito a boys de Madrid (não peguei =/), lugar de muito luxo, tequilas, sungas e etc. ALÉM DE GULODICE, que custou caro à minha dieta. Enfim…
Estou de volta pq eu tava com saudade de blogar pro nada. MAS TEM ALGUÉM QUE LÊ. SEMPRE TEM. RISOS. E vou contar a vocês meus 100 fatos que NEM MEUS AMIGOS sabem sobre mim. Estão prontos? Segura na mão e…
pq eu nasci lindo desse jeito, mulé

100factsaboutme: IGOR MAIA EDITION. \o/



1 – Eu me acho a pessoa mais sociável, tolerante e flexível deste planeta.
2 – Mas minhas posições são, de certa forma, rígidas. E às vezes as pessoas pagam caro. E eu também.
3 – Só fiz amizades de verdade quando completei 12 anos.
4 – Sou um desastre nos relacionamentos. Por mais que eu dê dicas, minha vida amorosa é uma tragédia grega. Nem um namoro decente eu tive.
5 – Meus pais ainda moram juntos. São casados. E tenho uma irmã mais nova.
6 – Gosto fácil de todo mundo. Mas se cismo, é pq tenho motivos.
7 – Sou fissurado por pokémon até hoje; eu adoro os de água.
8 – Minha primeira compra com o meu primeiro salário foi um Nintendo DS.
9 – Radiohead salvou a minha vida.
10 – A internet salvou a minha vida. Achei amigos e pessoas maravilhosas que gosto até hoje. S2
11 – Eu nunca vi Tropa de Elite (1 e 2)
12 – Gosto de ver filmes. Na minha casa.
13 – Sou fanático por tecnologia.
14 – Sonho em ter um celular com Android.
15 – Almejo ganhar a Mega Sena acumulada.
16 – Tenho crises de sono durante o dia.
17 – Pratico muay thai.
18 – Fiz karate quando guri, e parei na faixa branca.
19 – Por mais que eu seja comunicativo, sou muito tímido. Prefiro que a pessoa me paquere.
20 – Não percebo que tô sendo paquerado.
21 – Visão política: SENSATEZ.
22 – Adoro animação japonesa; o último que vi (e ainda assim, incompleto) é Code Geass.
23 – Sou fanático por Super Sentai; tô vendo GoKaiger REGULARMENTE.
24 – Tenho pavor a gadgets pretos.
25 – Tenho pavor a mariposas.
26 – Quase choro ao ver os seguintes filmes: Pokémon – O Filme; A Single Man; e Eu Não Quero Voltar Sozinho (curta-metragem)
27 – Acho o Wayne Coyne um coroa pegável.
28 – Tenho pavor de gente que retwitta Sinceridades, Hugo Gloss, perfil fake do Jô Soares e etc.
29 – Tenho problemas de peso, e tá fazendo dieta. (blog sobre isso aqui)
30 – Desejo ter o corpo de Miro Moreira.
31 – Não posso ver o álcool que se torno uma pessoa impossível.
32 – Trafego por vários mundos sem fazer cara feia.
33 – Transpareço fácil os sentimentos, não sei esconder.
34 – Já fui alvo de gozação. E acho que superei.
35 – Tenho uma língua afiada.
36 – Apesar disso, guardo algum tipo de ternura e fofurice no meu coração.
37 – Calço 44.
38 – Só compro roupa de magazine (C&A, Renner, Riachuelo) por simples necessidade.
39 – Sou mais um que tenho o Champion Troca-pulseiras; tenho 12!
40 – Gosto de ter novas experiências.
41 – Viciado em redes sociais.
42 – Nunca joguei Angry Birds.
43 – Já fui fã de Britney. Até 2001.
44 – Prefiro Kylie a Madonna.
45 – As pessoas têm uma impressão errada da minha pessoa. Quando me conhece, mudam radicalmente de opinião.
46 – É tolerante a gente falsa. Mas não a gente truqueira.
47 – Nunca paguei de rico.
48 – Curso Direito, e pretendo fazer especialização em Direito Público/Penal.
49 – Meu quarto tem cama de casal (oi?)
50 – Tenho 1,84m de altura.
51 – Tenho uma inteligência pouco acima da média, beijos.
52 – Teve uma época que ouvia Bad Romance/Vanity em volume alto e gritava no meio da rua: I’M A FREE BITCH, BABY
53 – Gosto dos loiros. Sarados. Morenos. Com marca de sunga. Surfista. Skatista. MAS SEJA FOFO E ME DESTRUA DE VEZ.
54 – As mulheres me amam, beijos.
55 – Já me arrependi das minhas escolhas.
56 – Uma música pra me definir… São tantas…
57 – Nunca morri de amores por Adele.
58 – Paciência ZERO pra Glee.
59 – Minhas referências pegam os quatro cantos do mundo. Muitas até obscuras (PRA ENTENDER UMA TIRADA MINHA, SÓ PENSANDO IGUAL A MIM)
60 – Já tive vontade de enfrentar o Mundo. ISSO, SE JÁ NÃO ENFRENTEI.
61 – Sou funcionário público.
62 – Nunca zerei Super Mario Bros. no SNES. E NÃO TENHO PACIÊNCIA DE JOGAR EM EMULADOR.
63 – Nunca tive um jogo Guitar Hero/Rock Band.
64 – Aprendo jargões dos amigos, mas esqueço.
65 – Sou péssimo pra decorar datas de aniversário dos amigos.
66 – Adoro reality shows.
67 – Acredito que PRETA GIL É UM EXEMPLO.
68 – Aprendo muito mais coisas no YouTube que na faculdade.
69 – Posição sexual que nunca fiz.
70 – Já sofri por amores. Poucas vezes. Mas doeu taaaaaaanto…
71 – Me exponho demais na Internet; e acho que vou pagar um preço caro.
72 – Meus blogs favoritos: Te Dou Um Dado, Gizmodo, Teletube, Neonico, W.O.W.I.T.T. (rs)
73 – Tem dias que acordei pra reclamar da vida.
74 – Tenho problemas em entrar no/usar o msn.
75 – Tumblr? Quase não consigo usar!!!
76 – Nem jogue verde que posso colher maduro. 😉
77 – Adoro uma farra, sobretudo com meus amigos.
78 – Acho que tudo é um viral.
79 – Odeio a cidade que vivo pq ela simplesmente não me acolheu como devia (profundo…).
80 – Dou apoio às pessoas, e tento ser prestativo.
81 – Larguei de vez a Coca-Cola.
82 – Odeio o Kibe Loco. Assim, ODEIO.
83 – Já tive vontade de me matar.
84 – Faço da minha vida um drama. Desnecessário, admito.
85 – Já fui a algumas psicólogas e… Não tenho jeito.
86 – Se pudesse, trocaria o curso e faria Publicidade.
87 – Adoro o Mario e Sonic. E o concorrente flopado deles, o Crash Bandicoot.
88 – MARLON TEIXEIRA, ME AME!!111
89 – Dairanger tem um dos estilos de luta mais incríveis dos supersentais. EU ACHO. [/filler]
90 – Digo DROID em versão meio autotunada. (JURO! Exemplo:)
91 – Adoro um vocoder, um autotune…
92 – Pleno 2011, e adoro ouvir música velha.
93 – Tenho discografias que nunca ouvi por completo.
94 – Meus ringtones são os mais obscuros possíveis. Tem Riders of The Light (Bayonetta), Hino da Britania (Code Geass) e trecho de Red Dress, do TV on The Radio.
95 – Eu simplesmente não empolgo em ver the big bang theory. E isso não me faz menos fodão, desculpa.
96 – Sou fascinado por comerciais. O de games são os meus favoritos. Veja esse, por exemplo.
97 – Adoro dormir, comer, fofar.
98 – Se há uma pessoa que eu queria conhecer, eu queria conhecer mermo era o Julian Assange do Wikileaks.
99 – Zoo com as pessoas. Mesmo não tendo intimidade com elas.
100 – Sou humilde pra caralho. RISOS
E é isso gente. Um beijo. Tenham uma boa semana.
PS: amigos, se vocês me lerem e souberem de algum fato que eu tenha esquecido de mencionar, por favor, mandem comentários que irei editar o post depois. Grato!
 

>X, the post – parte 2.

>

 

(pra quem não entendeu a parte 1, aqui)

NOTA: este post era pro blog do João Pedro, o comofis/, mas achei útil compartilhar com vocês, minhas amigas, e aprender a fazer a ORIGAMI FACE. Sobretudo pro exu dos seus ex. beijos.

Então, vamos ao relato de como encontrei um dos meus ex-namorad…namoros? =P

 

Ontem, lá tava eu, muito filiz, passeando e vendo coisa bonita no meu shopping quando, de repente, eu me deparo, sabe com quem? AHAN. COM MEU EX.

O RLY TÁ BOAZINHA, TÁ?

 

E aí, eu fiz uma cara dji sympátchyca pq eu sou assim. Não guardo rancor de ex, sei que é ex, não vai rolar mais, e BLABLABLABLABLABLAZZZZZZZZZZ

Tá certo. Encontro o ser e ele diz:

 

– Olha, quanto tempo, como vai o intestino você? Nunca mais me ligou…

 

Aí eu tava com meu deck do YuGiOh pra casos práticos (um dia divido com vocês), procurei, procurei, procurei, até achar esta carta aqui:

 

Magic_fieeeerce

 

Quer dizer, fiquei um DOCE [/ironia] de pessoa com ele. Falei que tava trabalhando, e etc e tal. Daí que ele (levando-se em conta que é MEU EX e é LOUCO POR MIM) me vem e fala, quando fui fazer a LOUCURA de dar o número pra ele:

 

– Qual o seu nome mesmo que esqueci?

– Mas cara, tu não sabe  O MEU NOME? Cê num tava dizendo que tava louco por mim?

– Mas acontece, né.

AHAN, CLÁUDIA.

– Mas diga logo teu nome, que esqueci.

– …Igor. ué. ¬¬’

– Deixa de ser bruto. Mas DUVIDO que você não se lembre do meu sobrenome.

– Ah, é… Esqueci.

– É SICRANO (não vou dizer o nome dele, TÁ LOKO?)

– ERHM. Mas é SEGUNDO NOME.

 

*BOOOOOOOM* na face dele que ele não sabia NEM o que era SOBRENOME e muito menos o SEGUNDO NOME. O pior é que ele começou a falar que tava com saudade de mim, de como era bom nossos momentos juntos (e eu fazendo AQUELA cara da Tyra Banks. ou da Iman, não lembro). Acho que a carta fierce tava dando treco, e pra dar uma dificultada no jogo,

 

Magic_De tantas loucuuuuras

Pq SÓ UMA PESSOA ALCOOLIZADA queria alguma coisa com um ex que queria enlouquecidamente voltar a namorar com você ao som de? REBOLATION. Ou seja. O pior nem é isso. O pior é que quer relembrar de como tinha alguém pra fuder (pq nem namorar direito namorava, e só sabia viajar), e quer fazer tudo isso dentro de… UM CARRO. E COM CALOR DOS INFERNO. TÁ, NÉ.

E pra dar um finish logo, decidi apelar pra carta mais fodona que já criaram. ESTA AQUI:

 

Ritual_ORIGAMI FACE

Nada como fazer paisagem pra tudo. Como o fato de querer de qualquer jeito a sua pessoa, ou querer fazer coisa errada, ou casar com você de véu e grinalda… Nada como acionar esta carta e fazer paisagem. PRA TUDO.

 

Sim. Fiz o serviço com o ex, me arrumei, usei minha ORIGAMI FACE e desci em casa linda e europeia.

Lógico, nasci pra ficar arreganhada? Não fico assim pra ex, IMAGINE PRA…

 

PS: Mas Igor, poderia ter evitado, e etc. etc. etc. FOI MAIS FORTE QUE EU, TSÁ. E eu tava meio necessitado e carente, relevem. Mas usei a carta fierce, e é isso que importa. -q

 

>Dos dias que vc acorda não muito bem – parte 3.

>

 

(pra quem é novo no #TFM, temos a parte 1 e a parte 2.)

 

Então, gente, Domingo gostoso, com a família, TAMOS AQUI MUITO FILIZ, e estou aqui pra falar de maisuma crise de chico for men. É, meu… Aboorecimento. Eh.

 

Monster_KEN KURT SAI DAE KURT SE VAI MORRE

 

Hoje, Domingo, último dia do meu pai em terra (pra quem não sabe, meu pai trabalha embarcado em uma grande empresa; passa 15 dias em terra e 15 viajando.), vamos todo mundo almoçar fora. Estávamos aqui muito filiz quando meu pai simplesmente vem e…

 

– preciso ter uma conversa séria com vocês.

 

Aí de repente vem um *BOOOOOOOOOM* na minha face. Quer dizer. Segunda a sexta feira, estudo, trabalho, estagio, canto, danço, sapateio, assessoro o Steve Jobs e faço coreografias da Bixa Xoxota na buatchy pra pegar uns trocados, chega o final de semana e nêgo me vem falar de… RESPONSABILIDADES? Ah, se fu, ok? Reunião de família num é pra isso. >=|

 

– mas não é com você, Igor, KKKKK SEU LINDO

 

Aí eu faço aquela cara deliciosa de desprezo com ÉOQFIA, mas esse gif representa melhor (via RSFD):

 

CURVA DE RIO CACAU =/

 

Mas, passado o stress no restaurante, e passado o almoço NHAM NHAM NHAM, vamos cochilar… e fazer as nossas coisas. Mas imagine você ouvir TODA. HORA. A. SUA. MÃE. FALANDO.

 

– meu filho, vai estudaaaaaaaaahr.

 

Eu sei que preciso estudar, mimimi CALABOK O BLOG É MEU. E com uma paciência de Joelma, continuei fazendo minha cara de desprezo-com-ÉOQFIA, e ignorei. Mas o auge da irritação (nem vou comentar a Internet, o PC, a informação, etc.) pq é uma coisa que você, meu caro leitor, passa por isso direto. (NÃO, VOCÊ QUE TEM GVT E PC COM INTEL CORE 2 DUO NÃO CONTA)

Agora, o auge da minha irritação foi uma conversa que minha mãe começou a fazer sermão (pq conversar é outra coisa; impor opiniões pra sair como fodona é coisa de LIA RAINHA DO UNIVERSO BERYL DIVATOX AHASA) por causa da minha mania em fazer amizade com gente desconhecida na Internet, por confiar demais nas pessoas, por etc. etc. etc. blablabla, zzzzzzz. E o auge da minha cara de desprezo com o ÉOQFIA foi mais evidente. (até postei no Twitter comentando sobre o caso aqui, aqui, aqui e aqui.)

Agora, um intermission sobre o assunto. (opinião séria, tsá?)

O mundo é cheio de informações, as distâncias estão cada vez menores, a comunicação é mais precisa. A internet possibilitou que distâncias fossem reduzidas, informações fossem transmitidas mais rapidamente, contatos que antes, nunca eram possíveis, agora são graças a um simples clique de um computador em qualquer parte do mundo.

Entretanto, nesse mundo internético no qual vivemos, há possibilidades de superficialização de informações, amizades virtuais ligeiras, filmes e vídeos descartáveis, banalização de dados, formando uma espécie de lugar-comum.

E este intermission vai abordar sobre algo que é muito perigoso: a banalização de uma informação. E aí entra na indagação deste blogueiro.

Em uma matéria do Fantástico, abordou o fato de se envolver com desconhecidos pela Internet, alertando aos pais que ensinem aos filhos uma navegação segura. Iniciativa louvável, mas… Que estaciona no lugar comum. E, do lugar comum, pode influenciar pessoas que dedicam o seu tempo livre a…? ASSISTIR TELEVISÃO. E sem procurar saber nuances mais profundos de uma informação, apelando para o lugar comum.

Consequentemente, vamos desenvolver uma bolha de vidro, pra vente se sentir seguro? Então, vamos parar de fazer contatos acadêmicos pela Internet porquê pode estar, do outro lado, um sequestrador? Vamos limitar a nossa expansão de conhecimento e contatos por causa de uma matéria frouxa da maior emissora do país? Vamos parar de falar com desconhecidos?

O pior é a mãe, que acha que sua maturidade para a vida real pode ser aplicada à vida virtual, se gaba no direito de proteger o filho. Os filhos, apesar de não parecer, têm muita mais informação do que antes. Jà têm noção do certo e errado. E os maiores de 18 anos, que já têm uma experiência calejada nas costas, não há motivos para emitir pareceres assustadores.

A Internet assusta? Assusta, sim. Mas o mundo real assusta ainda mais. Informação é a chave. Mas informação de verdade, não aquela baboseira dominical que você acha que informa.

E aí, por causa disso, minha mãe detonou meu ótimo (?) humor hoje por causa desse assunto. DEPOIS VOCÊS DIZEM QUE EU DEVO RELEVAR, E ADMINISTRAR, E MIMIMIMIMIMI. Estagie na minha pele e fala comigo depois. DEPOIS. Agora tô menstruado. Boa Noite.

 

LADY GAGA DE NOVO, IGOR? PORRA.

 

>RETORNO GAGAÍSTA: #TFM de volta.

>

 

RAH RAH AH AH AH ROMA ROMA MA GA GA OOH LA LA CAUGHT IN A BAD ROMANCE

 

TÔ BUNITA?

Então, gente, eu voltei, muito lindo, pra o meu blog. Tudo bem que tô ultra ocupado, mas who cares? Eu tava com saudades de tudo isso aqui. Com saudades de, por exemplo, falar do novo clipe da Lei de GaGa. Ou nem falar, pq um monte de gente fez isso (JOGA NO GOOGLE E APROVEITA, SUA LINDA):

 

 

Tá, né. Mas FABULOSIDADE PURA é a versão feita pela Ximbica.

 

Bom, parei. Agora vamos contar as novidades da minha vida. Primeiramente, só queria dizer que ando assim… A LOKA. Na vida, no fotolog, no Twitter, no Flickr, NA VIDA. Ou seja.

 

let’s make some PO PO PO POKER FACE SEX -q

E retornei com novas aventuras, novas dicas, novas reflexões, novas cositas. E prometo um post por noite. Já que tempo é algo que irei ter depois das 10 da Noite. RISOS.

 

E iniciando: a minha chapa ganhou. Tô me sentindo sedutor. Se bem que fiz aloka da tarde ao achar que tô gordo. Tava no olho do furacão, mas encontrei a luz. Mas antes… A Internet pifou, e tive de enfrentar um Inferno chamado Lan House. A faculdade tá cada vez mais TENSA. O professor de Direito Internacional, MAIS TENSO AINDA. Tive pequenas aventuras, uma leve paixonite aguda. Paqueras e gracinhas no ônibus.

 

MIAAAAAAAAAAAU

Ah. Fui sequestrado pela Yazuka, mas fugi e dei o golpe… E agora sou rica. MUITO RICA.

RAINHA MIJOLETA DIVATOX BERYL [/RSFD] Xica da Silva says: OLHA NO MEU OLHO, VIADA

E claro, teve dias que a minha menstruação (RISAS) tava tão no auge que tiveram de chamar um negão pra me jogar no forno pra eu me aquietar. Exemplo ilustrativo:

Aí me carregaram e *BOOOOOOOOOOOM*

 

E olha, não é só apenas novos fatos da minha vida que você vai saber. Vai ter também novos iFODmuleque Music, notícias amenas, imagens divertidas, com a mesma qualidade (?????) que você conhece do #TFM. Tá entendendo, viada?

Tô entendendo tudo,

E MAIS: posso até fazer podcasts, tracklists, links pra download e… recaps (mania que peguei do RSFD). Incluindo esta série que só vou printar UMA vez pra não estragar a surpresa:

 

Goseiger_poses

*BOOOOOOM* PRA VOCÊ QUE ACHAVA QUE OS POWER RANGER MORRERAM

E é isso, pessoal. The Fame Monster Te Fode Muleque tá de volta. LINDA. ABSOLUTA. Uma Stéfhany, praticamente. =) É o que tem pra hoje esse post.

 

TÔ OKZINHA TSÁ

POST SCRIPTUM BABADO:

Aproveito e dedido este espaço pra dizer ao @joaopedro_. um muito obrigado pelos gifs cedidos. (a culpa é dele tbm pelo fato da sua conexão por telefone/Speedy – oi, povo de SP, BEIJOS – ter ficado uma merda) Minha miguxinha dos pampas, futura ginecologista e, REZAM BOATOS, é a off da Lady GaGa.

 

Ou da Miley Cyrus/Hannah Montana.

 

>Time Is Running Out! (a.k.a. exposição de motivos pela falta de atualização do blog.)

>

 

Eu sei que Janeiro não teve muitos posts devido às férias… Assim como neste mês tbm não tem tido muita coisa a falar. Aí você, leitor assíduo deste blog, fica louco pra ler os comentários insanos acerca do mundo, cultura pop, música, cinema… EEEEENFIM.

 

Além da correria já típica da faculdade, há as coisas do estágio. Lá, eu tive novas atribuições. Novas funções. Agora a coisa tá mais puxada. E falo isso muito sério. Tanto até que, quando chego em casa, chego MORTO de cansaço. Outra coisa: o Centro Acadêmico tem ocupado e muito o meu tempo. Coisa linda. Ainda mais nessa época de eleição e etc.

 

E pra completar, eu passei num concurso público, e fui chamado! Fiquei super feliz por isso, pq é algo que eu pretendia fazer este ano: trabalhar e ganhar meu dinheirinho. Agora posso comprar minhas coisas, sem culpa. Tô por deveras feliz. =)

 

Daí que outras coisas também contam: tô muito sem inspiração pra escrever o blog. Tvz eu passe pro Tumblr, de onde eu posso fazer posts mais ágeis, e até que vocês possam acompanhar com facilidade.

 

Bom, este é meio que a minha despedida do TeFodeMuleque. Obrigado a você que decidiu comparecer aos posts repletos de nosenseness e pessoalidades, e que tenham dado risada e compartilhado com os amigos no msn, nas treta. Anyways, foi bacana. E este é o meu até logo. Quando voltar? Não sei. Mas uma coisa eu digo…

 

RALO3

RALO3 RALO3 RALO3 RALO3

E fiquem agora com:

 

É isso. Até logo. (prometo que escreverei sobre Avatar e o fato dos meus quase 100kgs. RISOS)