RSS

Arquivo da categoria: ajuda

…ah, mas e a OAB?

Decidi usar esse espaço que me é de direito pra dizer o seguinte: por favor, parem de me perguntar pela OAB.

Tá muito divertido, engraçado, sensacional e maravilhoso zoar da minha cara 24/7 sobre essa pergunta. Mas a mim não. Não quero saber se você tá adorando me perguntar toda hora e me fazendo pirraça daora. Chega. Eu não quero saber.

É muito dolorido e sofrido pra mim a cada pergunta que me fazem. Eu passei por uma vida de constante provação. Que posso ser o melhor amigo, o melhor filho, o melhor profissional… É muito difícil lidar com esta realidade: sou bacharel e ainda não tenho minha OAB. E todas as vezes que perdi na OAB, perdi por muito pouco.

Admito que não passei por falta de vergonha na cara. Aparentemente, seria isso. Mas tem vezes que não consigo lidar. Alguns obstáculos. Seja pq não estudei o suficiente, seja pq não tomei vergonha na cara… Eu sei de tudo isso e me dói a cada tentativa frustrada de não conseguir a bendita carteirinha vermelha.

Não é fácil ouvir dos seus pais que gastou 200 reais mais os cursinhos porque você não passou na ordem. E os seus amigos, em vez de apoiar, ficam perguntando mais como pirraça que como incentivo. Pelo menos vejo assim.

Observo que muita gente tá preocupada com meu futuro. O que fico feliz, pq só mostra que sou querido por muita gente. Mas eu peço paciência, calma e, sobretudo, certa tenência em me perguntar certas coisas. É foda quando alguém bem mais novo que você tem uma OAB e você não. Me sinto a Katy Perry sem o Grammy. Ou o Leonardo diCaprio sem o Oscar.

Eu realmente tô displicente na minha vida e preciso tomar vergonha na cara. Mas por favor, me ajude. Não me pergunte sobre a OAB pra querer me zoar. Obrigado!

 

Tags:

>Vamo falá de coisa séria? =)

>

 

Queria dar uma pausa às bobagens que eu sempre falo pra passar dois recados bem importantes a vocês. Queria muito o apoio e o suporte de vocês. Muito grato! =)

 

Primeiro: o @e_d_e_n e a @claudiagiane [os 2 ótimos, beijo grande!] me indicaram um twitter chamado @canaldobem. Mas no que consiste? É um twitter em que promove ações e causas sociais. É uma iniciativa muito bacana, ainda mais num mundo permeado de gente egoísta e que se preocupa com ela mesma. Então taí, sigam o @canaldobem e, se tiver alguém que precise de ajuda séria, passa o link pro twitter pra repassar pro pessoal. Eu já tô seguindo. 🙂 E o pq de tudo isso? Esse post do @e_d_e_n tá devidamente explicado AQUI.

Segundo: o @DiCarvalho postou uma coisa que, no mínimo, traz revolta. (já tinha conhecimento, e até dei RT no Twitter). Trata-se de uma lei insana aprovada em Uganda, que… resumo da Ópera? Pretende exterminar os gays do país. Daí que acho legal você ler a entrevista ABSURDA nas partes 1 e 2 (procurem pelos posts no dia 18 de Março, tentei pegar os links exatos, mas não deu.) no blog da Folha. E, depois de ter ficado #revolts (beijo, @CaiqueNogueira), assinar essa petição aqui.

 

Não vai perder seu tempo e tu vai contribuir pra melhorar a sociedade, sem depender de governo, nem nada. Portanto, pessoal, pensem no outro uma vez nas suas vidas. Certo?

 

Obrigado pela atenção cedida.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2010 em ajuda, Dignity, introspecção, responsabilidade

 

>DOSSIÊ SAULO RAMOS / JOSÉ SARNEY – intro.

>

Lá estava eu, twittando como se não houvesse e rindo de muita besteira, me lembrei de uma situação curiosa: todo mundo se mobilizando com o #forasarney, alguns blogueiros comentando sobre isso e etc. Mas sabe o que me choca?

O que me choca é que ninguém (sobretudo no monte olimpo da Twittosfera) pediu um comentário de um dos mais ardorosos defensores do Sarney: um dos advogados mais famosos do país e escritor do best-seller “Código da Vida”, do doutor Saulo Ramos.

Mas o que isso tem a ver?

Antes de tudo, o livro é fantástico: praticamente uma estória do Brasil na idade contemporânea, contando causos e litígios complexos, envolvendo empresas e pessoas conhecidas (o pano de fundo da estória é verídico; ele troca os nomes, por ser segredo de justiça; ele se justifica prontamente no prólogo), e fatos curiosos da República Federativa Brasileira.

Mas o mais curioso não é nem esses fatos: é o fato de ele retratar o senador José Sarney diferente de como nós o conhecemos na mídia. Até pq eles são amigos de longuíssima data.

Em alguns capítulos do livro, ele mostrou o b-side do homem poderoso do Maranhão (e que é senador do Amapá). Cogitou até que aquela campanha de desmoralização da Roseana Sarney foi algo forjado pelo FHC (tá no livro) pra prejudicar, ao mesmo tempo que servia pra ascender a campanha de José Serra.

Mas não vi uma citação do Saulo Ramos nos jornais e nas revistas, nem vi um comentário na faculdade (curso Direito, e dr. Saulo é ADVOGADO), ngm na twittosfera comentou sobre uma eventual opinião, nem nada.

– tá Igor, mas O QUE ISSO TEM A VER? Caramba.

Muito simples. Eu comecei a gostar mesmo do Dr. Saulo por causa de agir conforme a ética, sem descumprir o estabelecido pelos seus clientes. Um modelo de advogado, pra mim, com o livro dele (muito bom, FICA A DICA). Ele deu opiniões bem bacanas sobre o bom agir, coisa que falta a muito advogado e a muita gente tbm. O que me surpreende é que não vi uma palavra dele, comentando sobre o fato do Senado, e o Sarney no meio.

Eu, sinceramente, queria que todo mundo tivesse um pouco mais de memória e pedisse, pelo menos, um pronunciamento do outro lado do Sarney, na visão do grande Saulo Ramos. Até pq ele é um grande amigo dele. Ou será que a gente vai ficar sempre com a visão una que a mídia grande/grandões do Twitter sempre mostra? Todas as revistas deram um pitaco, e não o ouviram, cujo livro se tornou best-seller nas livrarias, sobretudo pros acadêmicos de Direito.

E com esse texto, inicio o dossiê.

.

(e quem tiver lendo, repasse a seus colegas de Direito.)

.

(ahan, este é um post muito sério.)

.

.

.

– e esta é a capa do livro, lançado em 2007 pela Ed. Planeta.

 

>Wanderson: um coraçãozinho solitário.

>Eu, graças a um twit do @estefanio, decidi ajudar uma alma caridosa. Uma alma carente, que precisa de atenção e afeto. ou de uma rôla todo dia, ou de uma xana todo dia

Fiquemos agora com o poético e sensacional…
Hoje não, Márcio. RS

O solitário da vez é um rapaz chamado Wanderson. Esse coraçãozinho dele, tão atormentado pelos brios insanos e insólitos da solidão e do desespero, nos manda um currículo tocante, que emocionou meu coração feito de titânio e fibra de carbono:

“No dicionário existe a seguinte definição de “encalhar”: “Continuar solteiro ou sozinho, depois de certa idade”.
No dicionário existe a seguinte definição de “desencalhar”: “Encontrar casamento”.
O meu nome é Wanderson, eu quero desencalhar.
No meu nome, a letra “W” (dáblio) tem o mesmo som que a letra “u”.
Fiz este site para aumentar a minha possibilidade de desencalhar.
Nasci no dia 11 de outubro de 1979 no estado de São Paulo.
A minha altura é aproximadamente 1 (um) metro e 71 (setenta e um) centímetros.
Eu nunca casei. Eu nunca morei com alguém de maneira amasiada.
Eu sou engenheiro químico.
Eu errei. Eu pequei. Estou arrependido de ter realizado os pecados que realizei. Ou seja, eu me arrependo de todos os pecados que cometi.
Utilizo este site, também, para pedir perdão para todas as pessoas que desagradei quando eu fiz cousas erradas.
Eu quero casar com uma mulher que me ajude a fazer o que é certo.
Eu quero casar com uma mulher que me ajude a obedecer os mandamentos do Deus que fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há.
Eu quero casar com uma mulher que tenha as seguintes características:

  • Que seja uma mulher que queira agradar o Deus que fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há.
  • Que nunca tenha sido “atriz de filme erótico”.
  • Que nunca tenha sido casada com alguém que esteja vivo.
  • Que não esteja grávida.
  • Que não tenha filho (ou filha).
  • Que tenha altura abaixo da minha altura.
  • Que tenha idade abaixo da minha idade. Ou seja, que tenha nascido depois de 11 de outubro de 1979.”

Daí que vc vê e olha, e se sensibiliza. (somado ao fato que eu tenho um colegue de nome Wanderson, e eu gosto dele. Daí foi um adicional pra me emocionar mais.) E olha a naipe do rapaz:



Wanderson, o advogado

Interessadas por este rapaz, procurem-no.

E POR FAVOR. O rapaz é hétero. Viadeiro, comporte-se!

 

>Ah.

>Apps adicionados. =)

Human Calendar, contador, e um outro troço aí.
E contador de visitas em Inglês é o que? Visit Counter? -Q
#n00bhelp
 
1 comentário

Publicado por em 13 de fevereiro de 2009 em ajuda, web

 

>

Vc aí, que num tem nada pra fazer, mas quer ajudar uma alma humana e quer receber louros eternos por qualquer coisa nessa vidinha de merda que vc leva? Então tá aí.

HÁ ERAS que tô pedindo, que tô IMPLORANDO, e eu podia tá matando, tá roubando, tá traficando cerveja na Universidade pra ir no show do Radiohead, mas não. EU-SÓ-QUERO-PEDIR-UM-FAVOR. Por favor. Eu gostaria de alguém que soubesse HTML no blogspot. Vou repetir em vermelho.
HTML. NO BLOGSPOT.

E não só isso: quero que organize tudo: template, histórico, contador… sei lá, coisas legais e bacanas que têm em blogs legais e bacanas. É pedir muito. Os detalhes a gentchi resólfi no emeésseene.
É o que realmente preciso e tal. 
Procuro também alguns colaboradores que possam contribuir com textos e tal pra um possível projeto que eu possa fazer. E vai ser MARA.
*sem emoticon do Ladir.*
 
1 comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2009 em ajuda, amigues, carência, Dignity, Internet

 

>H.E.L.P!

>
Venho por este espaço divulgar a adoção deste cachorrinho adorável aqui, o boxer de nome Bruno. A Lele, que é uma pessoa de coração bão com os animais e escreve o Te Dou Um Dado, tá colocando o cachorro pra adoção. Pela fto, vê-se que é uma fofura. ^^ Mas tem de ser alguém responsável e que goste MTO de bichos. Além de ter um espaço adequado pra ele brincar, ser livre e saudável, já que boxer é uma raça de cachorro GRANDE, logo…

Quanto ao comportamento dele, nas palavras da própria Lele, “ele adora bichos, entao se vc jah tiver cachorro em casa, melhor ainda. Se da muito bem com gatos tambem. Ele eh o cachorro mais doce, mais meigo e mais atrapalhado do mundo. Um bebezao, saudavel, lindo e forte.”

Então é isso. Se vc residir em SP, beleza.
Se não, mas ficou interessado, fale com ela pra maiores detalhes.

Grato.

Igor M.

 
1 comentário

Publicado por em 15 de julho de 2008 em adoção, ajuda, boxer, Bruno, help