RSS

Arquivo mensal: junho 2011

Marcha pelo direito de ser grunge poser por algumas horas.

Ultimamente temos visto muitas marchas pra gente reinvindicar nossos direitos. É um direito salutar, válido. Apoio. Daí eu vim fazer a minha.

~A MARCHA PELO DIREITO DE SER GRUNGE POSER POR ALGUMAS HORAS~

Falo isso pq nem de grunge eu gosto. Mas há apenas uma banda que curto pra caralho. E é o Foo Fighters que, por sinal, veio do finado Nirvana (sobretudo o Dave Grohl <3<3<3).

Basicamente? Tirar uma hora do dia da gente, OS HATER DO GRUNGE, ouvir Foo Fighters e ver que é um gênero legal. Clichê. Mas legal e muito, muito divertido. ^^’

E fiquem com Back and Forth, uma música do ótimo Wasting Light, o último trabalho deles. Uma curiosidade: sabiam que este é o nome do documentário deles? Descobri no Google. :p

Boa Noite a todos.

A música taí. E do documentário, o site oficial é esse.

Anúncios
 

Você quer esperar? OK. Mas… (ou: um relato de um ex-virgem de 23 anos.)

Hoje à noite, me deparo com uma coisa curiosa no Twitter: essa tag aqui, o #euescolhiesperar. Eu fiquei bem curioso sobre o que consistia, e fui clicar.

É algo legal tratar da primeira vez como se fosse aquela vez especial, aquele que merece o seu sexo. Aquela coisa de esperar para se fazer a vontade de Deus (o que acho meio errado), etc. Eu não vou criticar tal posição de vida pq isso é coisa de gente babaca. Mas vou dar uma opinião sobre isso. Sim, senhores, já esperei a pessoa especial perder comigo.

Primeiramente: vamos falar sobre vontade. Não aquela que seus amigos pressionam, mas aquela que tá dentro de você. Você REALMENTE quer isso? Ó. NÃO MINTA. PQ MENTIR PRA DEUS É PECADO. Amigo, você quer dar (ou comer, né? vai que…). Amiga, você quer dar? Se sim, se isso é o que VOCÊ quer, e não o que os outros te obriguem, go ahead. Deus quer te ver feliz, sem fazer mal a ninguém, e sem machucar outras pessoas (bom, este é meu Deus, claro). Eu demorei a engatar na miha vida sexual: 18/19 anos, mais ou menos. E não foi idealizado por pessoas normais, mas vivo bem com isso. Até pq, sexo se tornou pra mim algo mais de necessidade básica, não algo como uma espécie de pacto a ser selado que muita gente quer fazer.

Segundo: vale a pena esperar? Lembrando que, depois, aos 30 ou 40, a procura será BEM  menor, pq a humanidade é assim. Menos os holísticos, os iluminados, os sobrehumanos. E aí (sobretudo as mulheres) tem de desenvolver técnicas de sedução aos senhores (ou senhoras) que já estão enfadados de pegar gente inexperiente no sexo. Daí vem aquele argumento: MAS JESUS QUER QUE A GENTE ESPERE… Tábom, minha filha. Mas eu te digo logo: é cilada. CI-LA-DA. Faça uma busca sobre isso e me fale. Será que alguém que esperou tem uma experiência maior do que não viveu? Se tiver, que ótimo. Mas uma pessoa que não viu os dois lados da moeda não sabe direito o que se passa na vida.

Terceiro: em nome de Deus… PELAMOR DE DEUS (sorry! foi desproposital), pare de colocar tudo em nome de Deus. Faça isso por você. SE VOCÊ QUISER. Deus não vai te castigar se você decidiu fazer amor com o seu primeiro namorado (ou primeira namorada), mas que é um (a) canalha. Banalizar tudo pra Deus é um pecado. “só vou fazer isso se Deus gostar…” wrong! O certo é fazer o que você quer. Depois de pensar muito, claro. Daí Ele vai ver se curtiu a sua escolha ou não. E se não curtiu, e você se arrepender… Bom, sabe o caminho. 😉

Eu, honestamente, falo com certo conhecimento de causa. Sexo é uma necessidade como qualquer outra. Sério. Se você idealiza, é um direito seu. Mas você pode se machucar mais idealizando. Você pode não sentir o verdadeiro prazer quando você quer. É difícil pensar nisso. Mas eu já passei por isso. Achava que o sexo era uma daquelas coisas lindas de novela, você esperava uma pessoa especial e vivia feliz pra sempre. (!!!) Mas vamos aos fatos:

1) a vida não é uma novela;

2) sexo, se deixar aproveitar na melhor idade, pode ser muito mais cruel que você pensa;

3) imagine um produto ou algo como uma vestimenta. se esperar pra usar, acaba ficando inutilizado por falta de uso;

4) nem tudo é como a gente quer. (@Sinceridades feelings)

A partir do momento que há aquela vontade de se libertar, de querer transar, de viver a vida, podendo se machucar e aprender coisas novas, aí é que você vai ver se vale a pena transar loucamente ou não. Pq esse povo que pretende esperar, na minha opinião, não vive (no sentido de aproveitar e aprender com a vida) como gente que dá loucamente, ou gente que tem uma vida sexual razoável (como eu, kkkk)

[NOTA: NUM TÔ AQUI DIZENDO QUE É PRA VOCÊ DEIXAR O CELIBATO E TRANSAR COM TODO MUNDO, QUE A IDEIA NÃO É ESSA. Se quiser transar, transe. Mas com responsabilidade. Use camisinha, escolha bem com quem quer transar, etc. Viva, o mais importante. E aprenda com os erros que você cometer. E construa sua história de vida.]

Bom, não me arrependo de nada. =)

 

Pq odeio segundas-feiras.

(nota: na verdade, eu odeio mesmo é quarta-feira. É um dia modorrento, meio do muro, que inventa AINDA de botar futebol no meio. É meu jeitinho.)

Imagine você…

1) acordar depois de um final de semana que é agradável e revigorante… Mas não o suficiente.

2) acordar e lembrar que tem um dia puxado a seguir.

3) acordar e ter de resolver um monte de problema na rua, na faculdade, o escambau.

Mas pra mim, é como se o karma sentasse na privada, mirasse o alvo na minha cabeça e cagasse o meu dia. Bem lindo. (com uma cor que se assemelha ao prata. até pq o Universo deve cagar bonito, né?)

É justo que você não entenda os meus motivos pra que a Segunda seja um dia cu, mas acho eu que você me entende. É uma coisa inexplicável e sem lógica, admito. Mas só pelo fato de começar a semana, ainda mais com raiva de um final de semana de cão como eu tive ontem e anteontem, com uma cara de cu que fiz, somado ao fato de estar chovendo, passar uma hora no trânsito e levar uma irmã VAK e FOLGADA pra faculdade… Isso talvez se justifique.

E quem é amigo meu de verdade não só se preocupa comigo o pq de eu estar mal humorado (como o Gus <3) como também leva de boa o momento que tô passando por este fatídico dia da semana.

E sem confiança pra quem acorda feliz da vida numa segunda-feira. (excetuando o Lucas)

Bom Dia. BOM DIA O CARALHO.

(escrito em casa num dia de chuva, às 10:56)