RSS

>Dos dias que vc acorda não muito bem – parte 3.

15 mar

>

 

(pra quem é novo no #TFM, temos a parte 1 e a parte 2.)

 

Então, gente, Domingo gostoso, com a família, TAMOS AQUI MUITO FILIZ, e estou aqui pra falar de maisuma crise de chico for men. É, meu… Aboorecimento. Eh.

 

Monster_KEN KURT SAI DAE KURT SE VAI MORRE

 

Hoje, Domingo, último dia do meu pai em terra (pra quem não sabe, meu pai trabalha embarcado em uma grande empresa; passa 15 dias em terra e 15 viajando.), vamos todo mundo almoçar fora. Estávamos aqui muito filiz quando meu pai simplesmente vem e…

 

– preciso ter uma conversa séria com vocês.

 

Aí de repente vem um *BOOOOOOOOOM* na minha face. Quer dizer. Segunda a sexta feira, estudo, trabalho, estagio, canto, danço, sapateio, assessoro o Steve Jobs e faço coreografias da Bixa Xoxota na buatchy pra pegar uns trocados, chega o final de semana e nêgo me vem falar de… RESPONSABILIDADES? Ah, se fu, ok? Reunião de família num é pra isso. >=|

 

– mas não é com você, Igor, KKKKK SEU LINDO

 

Aí eu faço aquela cara deliciosa de desprezo com ÉOQFIA, mas esse gif representa melhor (via RSFD):

 

CURVA DE RIO CACAU =/

 

Mas, passado o stress no restaurante, e passado o almoço NHAM NHAM NHAM, vamos cochilar… e fazer as nossas coisas. Mas imagine você ouvir TODA. HORA. A. SUA. MÃE. FALANDO.

 

– meu filho, vai estudaaaaaaaaahr.

 

Eu sei que preciso estudar, mimimi CALABOK O BLOG É MEU. E com uma paciência de Joelma, continuei fazendo minha cara de desprezo-com-ÉOQFIA, e ignorei. Mas o auge da irritação (nem vou comentar a Internet, o PC, a informação, etc.) pq é uma coisa que você, meu caro leitor, passa por isso direto. (NÃO, VOCÊ QUE TEM GVT E PC COM INTEL CORE 2 DUO NÃO CONTA)

Agora, o auge da minha irritação foi uma conversa que minha mãe começou a fazer sermão (pq conversar é outra coisa; impor opiniões pra sair como fodona é coisa de LIA RAINHA DO UNIVERSO BERYL DIVATOX AHASA) por causa da minha mania em fazer amizade com gente desconhecida na Internet, por confiar demais nas pessoas, por etc. etc. etc. blablabla, zzzzzzz. E o auge da minha cara de desprezo com o ÉOQFIA foi mais evidente. (até postei no Twitter comentando sobre o caso aqui, aqui, aqui e aqui.)

Agora, um intermission sobre o assunto. (opinião séria, tsá?)

O mundo é cheio de informações, as distâncias estão cada vez menores, a comunicação é mais precisa. A internet possibilitou que distâncias fossem reduzidas, informações fossem transmitidas mais rapidamente, contatos que antes, nunca eram possíveis, agora são graças a um simples clique de um computador em qualquer parte do mundo.

Entretanto, nesse mundo internético no qual vivemos, há possibilidades de superficialização de informações, amizades virtuais ligeiras, filmes e vídeos descartáveis, banalização de dados, formando uma espécie de lugar-comum.

E este intermission vai abordar sobre algo que é muito perigoso: a banalização de uma informação. E aí entra na indagação deste blogueiro.

Em uma matéria do Fantástico, abordou o fato de se envolver com desconhecidos pela Internet, alertando aos pais que ensinem aos filhos uma navegação segura. Iniciativa louvável, mas… Que estaciona no lugar comum. E, do lugar comum, pode influenciar pessoas que dedicam o seu tempo livre a…? ASSISTIR TELEVISÃO. E sem procurar saber nuances mais profundos de uma informação, apelando para o lugar comum.

Consequentemente, vamos desenvolver uma bolha de vidro, pra vente se sentir seguro? Então, vamos parar de fazer contatos acadêmicos pela Internet porquê pode estar, do outro lado, um sequestrador? Vamos limitar a nossa expansão de conhecimento e contatos por causa de uma matéria frouxa da maior emissora do país? Vamos parar de falar com desconhecidos?

O pior é a mãe, que acha que sua maturidade para a vida real pode ser aplicada à vida virtual, se gaba no direito de proteger o filho. Os filhos, apesar de não parecer, têm muita mais informação do que antes. Jà têm noção do certo e errado. E os maiores de 18 anos, que já têm uma experiência calejada nas costas, não há motivos para emitir pareceres assustadores.

A Internet assusta? Assusta, sim. Mas o mundo real assusta ainda mais. Informação é a chave. Mas informação de verdade, não aquela baboseira dominical que você acha que informa.

E aí, por causa disso, minha mãe detonou meu ótimo (?) humor hoje por causa desse assunto. DEPOIS VOCÊS DIZEM QUE EU DEVO RELEVAR, E ADMINISTRAR, E MIMIMIMIMIMI. Estagie na minha pele e fala comigo depois. DEPOIS. Agora tô menstruado. Boa Noite.

 

LADY GAGA DE NOVO, IGOR? PORRA.

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: