RSS

Arquivo mensal: agosto 2008

>Darwin te persegue.

>Que fique bem claro, mas BEM mesmo: as chances de você se relacionar com alguém serão maiores se vc: 1) tiver uma boa grana; 2) tiver um bom nível de inteligência; 3) tiver uma certa dose de charme e carisma. Isso é uma releitura meio fajuta do tio Darwin, aquele que estudou os Galápagos.

Não tem jeito: numa sociedade hedonista em que a gente vive, se esses três atributos não parecerem estar em evidência, as chances de vc encontrar alguém legal são remotamente baixas. Que o diga alguns dos meus grupos de estudos de nicho, nos quais estudei tais comportamentos e tirei as devidas conclusões.

1) os caras vão olhar mais pra quem é mais bonita. Ou mais bonito.

2) o mesmo vale pras meninas.

3) pessoas mais elegantes e apessoadas vão ser tratadas a pão-de-ló.

4) pessoas inteligentes serão mais ouvidas facilmente.

O que fazer? Estudar mto, se cuidar demais e trabalhar bastante pra ter grana.

A sociedade é BEM hedonista.

 
2 Comentários

Publicado por em 18 de agosto de 2008 em óbvio, down, down is the new up, nada, up

 

>Fatos cotidianos da semana:

>1) momentos de forte emoção numa tela do computador. Mas está tudo nos conformes. Ainda bem.

2) momentos de (nem tâo) forte emoção na Universidade. Retorno às aulas.

3) joguinhos bacaninhas no ps2… NOT! E o que é o Final Fantasy XII? Aguardo resenhas negativas.

4) me descubro mais como geek que um indie. ou mauricinho.

5) preciso voltar à academia.

6) tô comendo mais salada.

7) meu PC pifou e só a memória queimou. COMOFAS/

8) Beck, Animal Collective e Peter Bjorn & John são bacaninhas.

9) Icky Thump >>> Get Behind Me Satan.

10) A melhor cena do mundo: Flora surtando com uma Porsche Cayenne.

11) Termo “gunslitter” foi criado por mim. POR PURO ACIDENTE.

12) Respirando fundo e recuperando os nervos dos baques recentes.

13) dá azar.

14) E NADA tem de dar errado neste mês. NADA.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de agosto de 2008 em amenidades, introspecção, momentos, nada

 

>Desvendando o pomar feminino.

>Em um passado não, não mto distante, começa a surgir uma nova modalidade: rotular moças distintas e de família com alguma fruta, dados os seus atributos. Uma pioneira nesta tendência é a doce e elegantíssima Mulher Melancia, vulgo Andressa Soares:


-sou finíssima

Depois de uma briga seríssima com o Créu (QUEEEEM? O que fez o melô do créu, gente!), e cujos motivos eu nem sei e isso pouquíssimo me interessa, começam a surgir outras mulheres-fruta, para que o funkeiro supracitado se mantenha na mídia. Uma delas se chama a Mulher Moranguinho, vulgo Ellen Cardoso. Uma outra garbosa, chique, de sutileza jamais desvendada e substituta da mulher melancia:

nhac!

Pra fazer companhia à nossa amiguinha que representa a fruta zenzual, veio uma moça belíssima, candidata renegada a Miss Brasil, de apelido carinhoso e fofo, chamada Mulher Jaca, vulgo Daiane Cristina:


beleza tropical única

Tem também a sutil e tímida moça de família, a Mulher-Melão, vulgo Renata Frisson, eleita musa dos taxistas e motoboys, e admite que adora aparecer. Que nada, mulher, a gente nem sabia que vc gostaria de aparecer. Também, com tanta pompa e linhagem nobre…

MTO nobre, fas favor

Você acha que o pomar acaba por aqui? AAAAAAH, é pq vc ainda não viu a mais nobre de TODAS. Um chuchuzinho (que nem é fruta, mas NÉ?), um exemplar único de beleza exótica e AR-RA-SA-DO-RA! Com vocês, a portentosa, a garbosa, a glamourosa…
MULHER BANANA(que foi comida pelo Homem-Macaco), vulgo… Milena Cois. Mas qdo meninininho se chamava Pablo.

The luxuriest ever

Aguardemos novos exemplares únicos e apreciáveis das nossas adoradas e idolatradas mulheres do pomar.
E os homens-Pomar? A mulherada e os machos que curtem machos ficam no aguardo. Me pediram pra falar, ué.


 
 

>A pergunta… do mês.

>

” Você se envolve com uma pessoa. Vc a curte. Logo, analisa-se que essa pessoa te curte. Daí vocês ficam, e vão pro sexo. O sexo foi bom, intenso, gostoso. Só que, depois de alguns dias, as pessoas não te ligam mais. Isso quer dizer que o sexo, NA VERDADE, foi ruim?”

Perguntei isso a algumas pessoas, provavelmente alguns estão lendo o meu texto. Daí ouvi inúmeras respostas.

1) Ah, não necessariamente. => Ufa, menos mal. Então a culpa nem é minha. A culpa é dos dois… OU DELE. =p

2) CUMÉ? Que absurdo… Vcs fodendo um ao outro, e não liga? Tá vendo? Você tá bem galinha… => SINCERAMENTE, a idéia é boa, mas num foi de fácil assimilação. MESMO. Até pq, no meu caso citado, as pessoas num tem NENHUM vínculo. É uma coisa descompromissada. Logo, pra esse meu amigo, se ligar e etc., então se tem um vínculo afetivo. Se não ligar, não tem. Got it? Ademais, deve-se haver uma questão do afeto, e etc., dae o sexo é bom.

3) Rapaz… É. => Eu nem vou comentar sobre a resposta. =p

4) Existem duas teorias: ou o cara num tá lá naqueles dias ou simplesmente pq tá pensando em outro. => essa é uma concepção mais romântica. Tem todo um sentido. Mas a pergunta considera que os dois NÃO NAMORAM! Mas enfim.

5) FIGURINHA REPETIDA NÃO COMPLETA ÁLBUM! => cara, tô começando a achar que esses adágios populares super me completam, pq né? Putz, disse TUDO o que eu pensava sobre isso. TU-DO! Se a coisa é despretensiosa, e num se tem o vínculo, além de geral não curtir um remember, PRA QUE ligar? =P Putz, iluminou minha vida. =p

6) [SUA TEORIA AQUI!]

A cada dia que passa, eu percebo que nos meus 20 anos de existência eu QUASE NADA aprendi sobre os relacionamentos com o ser humano. Que sou egoísta quanto a isso. Sei lá, tem dias que me acho a pessoa mais repulsiva da terra por causa disso. Mas vai entender.

Bjo pra penitenciária.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 1 de agosto de 2008 em amenidades, relacionamentos, sexo

 

>Tag indie.

>

O bom de vc conhecer pessoas além círculo-tradicional-de-cidade-pequena é que você pode ter gratas surpresas. E não falo isso no mau sentido, MTO PELO CONTRÁRIO. =) Falo isso pq tive um ótimo papo com pessoas que fazem sentir bem, que me fazem feliz.

Sim, Teo e Michel Heberton, colegas twitteiros, orkuteiros e trocadores de informações (sic).

Obrigado por desvendar um pouco mais da cultura indie.

HEH.

=*

 
Deixe um comentário

Publicado por em 1 de agosto de 2008 em amizade, indie, nada